Google+ Badge

domingo, 20 de dezembro de 2015

Barbosa mantém plano de Levy


Ex-titular da pasta do Planejamento, Nelson Barbosa não descarta o retorno da CPMFEx-titular da pasta do Planejamento, Nelson Barbosa não descarta o retorno da CPMF
O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, substituirá Joaquim Levy, que pediu demissão do comando do Ministério da Fazenda. Barbosa, que estava no Rio na manhã de ontem, foi convocado pela presidente Dilma Rousseff para retornar a Brasília na mesma tarde. Quem substituirá Barbosa na pasta do Planejamento é Valdir Simão, atual ministro da CGU. O Planalto divulgou nota confirmando os novos nomes. A cerimônia de posse de ambos será na segunda-feira, no Palácio do governo. As informações são da Agência O Globo.
Em coletiva de imprensa após a confirmação, Barbosa afirmou que o governo tem adotado medidas de gestão para otimizar o gasto público e alcançar a estabilidade fiscal. Ele disse que o compromisso com a estabilidade fiscal se mantém. "Hoje nosso maior desafio é o desafio fiscal. A solução depende somente do Estado brasileiro. Os três poderes que formam o governo federal têm todas as condições de solucionar a situação", disse o novo ministro da Fazenda. "Nosso desafio agora é continuar no processo de estabilidade fiscal e, ao mesmo tempo, promover uma estabilização e posterior recuperação do investimento da economia brasileira", declarou.
Barbosa fez várias referências a Levy, dando a ideia de continuidade de sua política. Ele falou, por exemplo, de medidas institucionais para melhorar o ambiente de negócios do Brasil, "agenda que o ministro Levy já vinha tocando". Ele garantiu que não mexerá na meta de superávit primário de 0,5% do PIB para o ano que vem, adotando todas as medidas necessárias para atingi-la. "O governo propôs a meta de 0,5%. Para mim essa é uma questão fechada, decidida, a meta é de 0,5%", disse. (Pararijos NEWS)