Google+ Badge

sábado, 19 de setembro de 2015

Kemilly, a pequena sereia


Ela é do tipo mignon e adora comida japonesa. Mas quando o papo é sexo, ela diz que é “pura entrega e amor”. Mas nada de mulher, que Kemilly gosta mesmo é de intimidade com homem. Mesmo assim, tem uma coisa que desanima a gatinha na cama: “Falta de higiene e de educação.”
Com apenas 1,63m de altura, Kemilly Stacy tem 85cm de busto e 93 de bumbum. E diz que se sente mais sexy quando está nua. Apesar disso, o ensaio protagonizado para o site “Bella da Semana” é o primeiro nu que ela realiza, aos 22 aninhos. E manda uma mensagem para os marmanjos de plantão: “Espero que gostem. Este foi meu primeiro ensaio nu. Foi difícil para mim, pois sou tímida. Me dediquei e espero que gostem! Bejinhos.” (Pararijos NEWS)

Lula apela a Cunha por Dilma

Para Lula, a situação política de Dilma é “gravíssima”Para Lula, a situação política de Dilma é “gravíssima”
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ontem ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que segure os pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O apelo, em caráter reservado, foi feito em Brasília. Lula está preocupado com o avanço de um processo de impeachment por pressão popular e, por isso, convencido de que Dilma corre sério risco de ser impedida de concluir seu mandato. As informações são da Agência Estado.
A conversa entre o ex-presidente e o presidente da Câmara ocorreu um dia depois de Cunha receber o aditamento ao pedido de impeachment encaminhado pelos juristas Hélio Bicudo – um dos fundadores do PT –, e Miguel Reale Jr., que foi ministro da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso.
O pedido tem o apoio de partidos da oposição, entre os quais o PSDB e o DEM, e de dissidentes da base aliada, como o PMDB. Na avaliação do ex-presidente, se um processo assim começar a tramitar na Câmara, será muito difícil conter a pressão das ruas e haverá um “golpe” no País, que poderá provocar até convulsão social.
(Pararijos NEWS)

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Uma em cada 5 crianças de oito anos não lê frases

Renato Janine: na educação, mudanças de um ano para outro são pouco significativasRenato Janine: na educação, mudanças de um ano para outro são pouco significativas
A maioria dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental – a idade em que termina o ciclo de alfabetização nas escolas – só consegue localizar informações “explícitas” em textos curtos, informa o G1. Mas uma em cada cinco crianças (22,21%) tem déficit ainda maior: elas só desenvolveram a capacidade de ler palavras isoladas, segundo dados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) de 2014, divulgados ontem pelo Ministério da Educação (MEC).
De acordo com o resultado da avaliação, 56,17% dos alunos só conseguem, no máximo, localizar uma informação explícita em textos mais compridos se ela estiver na primeira linha.
A avaliação do MEC mede o conhecimento destes estudantes em diferentes níveis de três áreas: leitura, escrita e matemática. A divulgação dos resultados é feita de acordo com o número de crianças em cada um desses níveis.
Em entrevista coletiva na tarde de ontem, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou que o MEC trabalha com níves de aprendizado adequado ou inadequado de maneira distinta em cada uma das três escalas. Segundo ele, na escala de leitura, é considerado inadequado apenas o nível 1, onde estão 22,21% das crianças. Em escrita, do nível 1 ao 3 os estudantes demonstram que não aprenderam o esperado. É o caso de 34,46% das crianças. Já em matemática, são considerados níveis insuficientes de aprendizado o 1 e o 2, onde estão 57,07% dos alunos avaliados na ANA.
(Pararijos NEWS)

Autor da morte de comerciante é condenado

Autor da morte de comerciante é condenado (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Após júri popular, Wagner Wendel Siqueira Coelho, de 24 anos, foi condenado por homicídio qualificado. Ele é acusado de matar Adnilson Fialho Rodrigues, 50 anos. O júri foi presidido pela juíza Ângela Alice Alves Tuma, jurados do 3º. Tribunal do júri da Capital.
De acordo com informações do Tribunal de Justiça do estado do Pará (TJPA), a pena aplicada ao réu de 17 anos de reclusão será cumprida em regime inicial fechado. Na sentença, a juíza manteve a prisão do condenado que respondeu ao processo preso.
O primo do acusado Robson Batista Coelho, que está foragido, também responde por participação no crime, ocorrido em 16/05/2012, na sede campestre da Associação dos Servidores do IBAMA, local de trabalho da vítima, localizado na Estrada do Ceasa, bairro do Curio Utinga, em Belém. Dezenas de integrantes do Movida acompanharam o julgamento, ao lado dos familiares da vítima, arrendatário do bar e lanchonete da sede da Associação.
Uma das testemunhas que prestou depoimento no júri relatou aos jurados como o crime ocorreu. Morador da área, o depoente disse que trabalhava prestando serviços gerias na sede da Associação, principalmente de capinação. Nesse dia, a vítima teria mandado o jovem sair, permanecendo sozinho no local. Ao voltar, ouviu de longe os gritos do patrão e procurou se esconde no meio da mata para não ser visto, tendo identificado os dois, também moradores da área, atacando violentamente a vítima.
O depoente contou com riqueza de detalhe que enquanto Robson segurava a vítima, Wagner aplicava as facadas, nas costas, peito, e duas num dos braços da vítima, que procurou se proteger com o braço.  
No interrogatório, prestado no júri, o réu confessou parcialmente o crime, alegando que estava no local junto com o primo e que tentou impedir que o primo esfaqueasse a vítima. Os dois tinham sido proibidos de entrar na sede campestre, que aos domingos era aberta à comunidade, por suspeitas de serem autores de roubo de frutas e latas de cervejas.
(DOL/Pararijos NEWS com informações do TJPA)

Fafá leva varanda à Estação das Docas

Fafá de Belém diz que número de convidados cresceu, para justificar as mudançasFafá de Belém diz que número de convidados cresceu, para justificar as mudanças
A Estação das Docas é o local escolhido para receber a 5ª edição da Varanda de Nazaré, um espaço que conta com a presença de artistas, músicos e autoridades durante o Círio 2015. A mudança de local foi anunciada ontem à tarde durante coletiva de imprensa, no Hotel Atrium Quinta das Pedras. A idealizadora do espaço, a cantora Fafá de Belém, explicou que o Casarão no Largo do Redondo ficou pequeno para o público e a mudança foi pensada para que os convidados tenham conforto e mais visibilidade da procissão.
A aposta da cantora é fazer com que os convidados tenham novos olhares sobre a cultura paraense, em especial, e percebam a importância do Círio de Nazaré para o estado. “Essa mudança de endereço me deixa de coração partido, porque eu adoro aquela casa. Gosto de receber as pessoas naquela casa. Mas ficou pequeno ano passado e cresceu muito o número de convidados. E graças a Deus os apoiadores cresceram e entenderam a importância da varanda. Por isso vamos levar para a Estação das Docas. Os apoiadores e patrocinadores entendem que é uma forma de fé e de olhar o estado de forma diferenciada. O governo do estado e a prefeitura de Belém são nossos apoiadores. A varanda vai ter a presença de artistas, jornalistas, autoridades, chefs de cozinha. A curiosidade sobre o Círio cresceu e é muita gente querendo voltar. Por isso eu incentivo que outras pessoas públicas façam uma varanda. Convidem as pessoas a conhecerem o Círio”, comenta.
Uma novidade do espaço é o interior transformado em uma feira semelhante ao Ver-o-Peso. Ele vai ter a presença de boieiras, tacacazeiras, entre outras pessoas conhecidas pela maneira como cozinham as comidas típicas paraenses. “Vamos fazer diferenciado. A varanda será a minha casa. Porque a gente cresce para acompanhar o pai, para comprar as coisas, na feira. Vamos trazer para dentro da varanda a feira do Ver-o-Peso.
(Pararijos NEWS)

STF barra doação de empresa

Supremo Federal decidiu sobre doações eleitorais em sessões tumultuadas: no final, oito votos a três pela proibiçãoSupremo Federal decidiu sobre doações eleitorais em sessões tumultuadas: no final, oito votos a três pela proibição
O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a inconstitucionalidade do financiamento empresarial de empresas e partidos. A decisão, tomada por oito votos contra três, ocorre às vésperas de análise da presidente Dilma Rousseff sobre um projeto de lei aprovado no Congresso, que permitia as doações de empresas até o limite de R$ 20 milhões. Com o resultado do julgamento da Corte, a presidente deve vetar o texto aprovado pelo Legislativo. De acordo com o presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, a decisão “valerá daqui para frente e valerá para as eleições de 2016 e 2018”, disse.
Votaram pela inconstitucionalidade das doações por empresas os ministros Luiz Fux, Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski e o ex-ministro Joaquim Barbosa (que foi substituído pelo ministro Edson Fachin). Já os ministros Teori Zavascki, Gilmar Mendes e Celso de Mello, decano da Corte, votaram pela constitucionalidade das doações de empresas.
A decisão do STF atinge apenas a lei como estava até agora. A minirreforna aprovada na Câmara é uma nova lei e valerá caso seja sancionada. Só poderá ser anulada por uma ação no Supremo. Com o julgamento da Corte, contudo, a expectativa é de que juizes eleitorais poderão se negar a aplicar a minirreforma com base na decisão so Supremo.
(Pararijos NEWS)

Círio ignora crise econômica

A rede hoteleira de Belém está com 80% da capacidade reservada para o segundo fim de semana de outubro, período em que ocorre o Círio de Nazaré, segundo balanço do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Pará. A menos de um mês da romaria, os hotéis que mais fecharam reservas são os que oferecem serviços relacionados ao Círio.
O diretor jurídico do sindicato, Fernando Soares, destaca que o Círio é um evento que atrai milhares de pessoas para Belém, mas muitas ficam na casa de parentes e amigos. “Os empresários do setor desenvolveram estratégias para atrair os turistas. Uma delas é a oferta de serviços e pacotes que fazem com que o turista fique mais tempo na cidade.”
O Hotel Radisson Maiorana é um dos hotéis com mais de 80% dos quartos reservados. O gerente de vendas do Radisson Maiorana, Paulo Henrique Ferreira, explica que há uma lista de espera caso haja alguma desistência, o que, segundo ele, é improvável. “Podemos dizer que em se tratando do Círio não há nenhuma crise. As pessoas vêm para a cidade agradecer a Nossa Senhora de Nazaré. Estamos com a mesma movimentação do ano passado, com os quartos ocupados. O hotel vai estar cheio no Círio”, disse.
Para receber os turistas da melhor forma possível, o Radisson Maiorana investe na decoração, com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, e prepara várias programações para os turistas.
Para Leonardo Rodrigues, gerente geral do Radisson, o diferencial para este período é o encantamento oferecido aos hóspedes. Segundo o gerente, a simbologia do Círio pode ser percebida no Radisson desde a decoração até os pratos típicos do restaurante e brindes regionais.
(Pararijos NEWS)

Baiana quer sexo em dobro



Carol Muniz curte futebol e é a Musa do Esporte Clube Bahia. Ela gosta de praticar corrida e musculação. Aos 29 aninhos, a baiana diz que é complicado ser modelo atuando fora do eixo Rio-São Paulo. Mas ela não desiste. Com 1,66m de altura, 89cm de busto e 98 de bumbum, a morena faz sucesso entre os marmanjos. Que o digam os aficionados do site “Bella da Semana” (www.belladasemana.com.br). Com tudo isso, a baianinha diz que “nem sempre” se dá bem com os homens. E explica: “O que me desanima na cama é falta de higiene e homens que só pensam no prazer deles, se satisfazem e param. Gosto de homens que dão prazer à mulher. Resumindo: homem que só faz uma vez me desanima! (risos)”.  (Pararijos NEWS)

Patrícia só espera convite



Vejam só o que surgiu da mistura de um pai japonês com mãe descendente de italianos: Patrícia Ykko. A nova beldade do “Bella da Semana” tem apenas 22 aninhos e nasceu em São Paulo. Os olhinhos puxados e a preferência pela culinária japonesa representam o lado oriental, enquanto as curvas avantajadas e a sensualidade à flor da pele vêm do sangue italiano. Como não poderia ser diferente, Patrícia também apresenta características bem brasileiras. Ela adora ficar nua, diz que sexo é uma delícia e já beijou outra mulher “de brincadeirinha”. Mas ela garante que prefere os homens: “Sempre! Muito mais do que com as mulheres. Homens são mais engraçados, além de eu sempre gostar de um mimo.”
Com 1,65m de altura, 94cm de busto e 95 de bumbum, Patrícia revela que começou cedo a posar para fotos: “Aos 18 surgiu uma proposta de sair no recheio da ‘VIP’ e, de cara, aceitei. Surgiram outras propostas, como posar nua. Mas ainda não tinha certeza se queria seguir carreira como modelo, e na época eu namorava e ele era totalmente contra. Mas, agora, quero aproveitar as oportunidades como modelo que deixei passar e as que estão por vir.” (Pararijos NEWS)

Dessalinização: um caminho para falta de água

Dessalinização: um caminho para falta de água (Foto: Diana Verbicaro)
(Foto: Diana Verbicaro)
O consumo de água doce no mundo cresce a um ritmo superior ao do crescimento da população, e cada vez mais o desperdício e uso inadequado das reservas de agua potável   nos força a pensar em estratégias para evitar a inexistência do liquido, que é essencial para a vida. Produzir energia elétrica e gerar água doce, retirando-a do mar ou das águas salobras dos açudes e poços seria uma saída. E os resultados são vistos em Aruba, no Caribe.
Aruba é uma ilha cercada pelo mar e não tem fontes de agua doces naturais , como fontes subterrâneas, rios,  lagos para  ter agua potável. Com a inexistência deste item básico, em 1932 a empresa Water - en Energiebedrijf Aruba - WEB começou a produção de agua e posteriormente em 1958, energia. Hoje, toda agua disponibilizada e consumida na ilha vem do fundo do mar, e por mais incrível que pareça,  não apresenta nenhuma diferença em sabor, cor ou cheiro. A agua de Aruba é pura e podemos até consumir diretamente da torneira, já que é tratada e taxada como qualificada para o consumo. 
Segundo o engenheiro Danilo Cruz a dessalinização de água através de osmose reversa apresenta-se como uma ótima alternativa, uma vez que possui um menor custo quando comparado com outros sistemas de dessalinização. Imagem: Diana Verbicaro
"Além de retirar o sal da água, este sistema permite ainda eliminar vírus, bactérias e fungos, melhorando assim a qualidade de vida da população. O seu funcionamento está baseado no efeito da pressão sobre uma membrana polimérica, através da qual a água irá passar e os sais ficarão retidos. A integração com a energia eólica faz-se necessária devido ao baixo índice de eletrificação rural da região, tornando o sistema autônomo. Será utilizada uma turbina de 1.5 KW que irá fornecer eletricidade alternadamente para a bomba de captação de água do poço."
A população aprova o sistema de distribuição  nós moradores da ilha não percebemos diferença nenhuma. Usamos a agua normalmente e o abastecimento é ótimo, quase não temos falhas e quando temos algum problema a falha mecânica é logo resolvida" afirmou Jonny Ramos, recepcionista.
"Não sabia que podíamos tomar agua do mar e ela não apresentar diferenças, vou me informar mais , afirmou o turista mexicano Alex Gonzales, que visitava a ilha pela primeira vez.  "Qualidade dos serviços é fundamental e é muito difícil termos problemas de abastecimento de agua ou luz. Para ser sincera alguma problema aparece só de dois em dois anos. Ainda bem, sei que essa crise hídrica é seria demais e por enquanto, não nos afetará" , profetizou Anitta Solano, atendente  na praia de Palm Beach.
(Diana Verbicaro/Jornal Pararijos NEWS)

Juíza mantém prefeita de Marapanim afastada


Juíza mantém prefeita de Marapanim afastada (Foto: Divulgação)
A prefeita afastada Elza Rebelo é acusada de várias irregularidades (Foto: Divulgação)
A juíza Shérida Keila Pacheco Teixeira Bauer, da comarca de Marapanim, indeferiu os dois mandados de segurança impetrados pela defesa da prefeita afastada do município, Elza Edilene Rebelo de Moraes (PRB) para que retornasse ao cargo. A defesa agravou a decisão ao Tribunal de Justiça do Estado (TJ-PA). Um dos recursos já foi julgado e a desembargadora Ednéa Tavares manteve a decisão de primeiro grau. Caberá ao desembargador Leonardo Tavares julgar o outro recurso.
Elza Edilene Rebelo foi afastada por 90 dias do cargo em sessão plenária da Câmara Municipal de Marapanim no último dia 4 após 9 dos 11 vereadores da Câmara decidirem apurar graves irregularidades em licitações para coleta de lixo, contratação superfaturada de escritório para prestação de serviços jurídicos e de empresa para transporte escolar dos alunos do município, que constam em denúncia protocoladas por moradores na Câmara.
Durante esse período uma Comissão processante investigará a fundo administração da prefeita. Se ao final dos trabalhos as denúncias forem confirmadas e for caracterizado ato de improbidade administrativa, a Câmara pode cassar o mandado de Elza Rebelo em definitivo.
As denúncias dos moradores constam do relatório de fiscalização realizada pela Controladoria Geral da União (CGU) realizada no município no ano passado. O documento aponta várias ilegalidades cometidas pela gestão de Elza Rebelo, comprovando, segundo as denúncias protocoladas na Câmara, “de forma inequívoca a prática de atos de improbidade administrativa e infrações político-administrativas”. As irregularidades da atual gestão em Marapanim também constam e relatório de fiscalização feito pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

BENS BLOQUEADOS
Segundo a vereadora Inês Rosa, presidente da Câmara Municipal de Marapanim, a CGU e o Tribunal de Contas dos Municípios encontraram várias irregularidades na gestão de Elza Edilene que segundo ela, é um caos. “Durante dois anos a prefeita afastada impediu fiscalização da Câmara Municipal”, ressalta. “Ela não obedeceu a nenhuma convocação da casa para prestar esclarecimentos e chegou a entrar com um mandado de segurança na Justiça para não ser convocada a falar”. Segundo a vereadora, esse foi o motivo do afastamento pela casa legislativa.
Elza Edilene Moraes também está com seus bens bloqueados pela Justiça. A decisão liminar foi proferida no último dia 20 de junho pela juíza Shérida Bauer, que acatou parcialmente ação e improbidade administrativa impetrada pela promotora do município, Síntia Quintanilha Bibas Maradei em fevereiro passado. A partir de denúncias, o MP aponta na ação 17 irregularidades cometidas pela prefeita. A promotoria de Marapanim já impetrou sete ações contra a prefeita Elza Edilene Rebelo de Moraes: duas por improbidade e quatro ações civis públicas, envolvendo, sobretudo, problemas na área de defesa e proteção de menores, abandonada na cidade. A Justiça já decidiu em cinco dessas ações, todas desfavoráveis ao município.
(Luiz Flávio/Diário do Pará/Pararijos NEWS)

TJ inscreve para Seminário sobre Juizado Especial

TJ inscreve para Seminário sobre Juizado Especial (Foto: Divulgação/TJPA)
(Foto: Divulgação/TJPA)
Estão abertas as inscrições para o seminário comemorativo dos 20 anos da Lei dos Juizados Especiais, direcionado a magistrados, servidores, estudantes e demais interessados. O evento vai contar com palestras sobre o novo Código do Processo Civil e a atuação do Ministério Público nos Juizados Especiais Criminais, entre outros temas.
O seminário será realizado na próxima segunda-feira (21), no Fórum Cível de Belém, das 8h30 às 12h. Os interessados devem se inscrever pela internet
De acordo com informações da Corregedoria Nacional de Justiça, funcionam no Brasil, no âmbito estadual, 1.837 juizados especiais, sendo 545 cíveis; 130 criminais; 35 de Fazenda Pública; 824 únicos ou com acumulação de mais de uma competência; e 303 adjuntos a varas
(DOL/Pararijos NEWS com informações do TJPA)

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Governadores querem CPMF


Governador do Rio, Fernando Pezão quer a CPMFGovernador do Rio, Fernando Pezão quer a CPMF
Reunidos com parlamentares da base aliada, governadores de seis estados - Bahia, Rio de Janeiro, Tocantins, Piauí, Alagoas, Ceará - e representantes de Sergipe e do Rio Grande do Sul reiteraram, na Câmara dos Deputados, que são favoráveis à recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), como foi proposta pelo governo há dois dias. A contrapartida exigida por eles recai sobre a garantia de que a arrecadação não fique apenas com a União e que o percentual cobrado seja superior ao 0,2% sinalizado.
“Estamos irmanados em defesa da CPMF e pedindo ampliação para 0,38%”, defendeu o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Ele explicou que a proposta dos estados é pelo compartilhamento da contribuição para ser investida nas áreas de seguridade social e saúde. O dinheiro seria dividido igualmente entre estados e municípios. “São os dois grandes gargalos nos estados e municípios, porque retiraram a CPMF e não colocaram nada no lugar”.
Na conversa sobre o pacote econômico com os deputados governistas, Pezão disse que a contribuição só foi derrubada há oito anos porque destinava os recursos exclusivamente para a União. Para ele, “nunca é tarde” para o retorno da CPMF”. Pezão disse acreditar que há apoio mesmo entre os governadores de oposição.
(Pararijos NEWS)

Funcionário fica pendurado em prédio

Na manhã desta quinta-feira (17), um funcionário que fazia serviços de manutenção na área externa de um prédio da avenida Alcindo Cacela com Rua dos Pariquis, bairro da Cremação, em Belém, levou um grande susto.

Imagem: Reprodução/ Twitter

O trabalhador, que não teve o nome revelado, ficou pendurado no local após o rompimento de um dos cabos que o segurava. Moradores e pessoas que passavam pelo trecho rapidamente acionaram o Corpo de Bombeiros, que enviou uma equipe até o local.
O homem não ficou ferido e já foi resgatado.
(DOL/Pararijos NEWS)

Jovem é sequestrada e estuprada a caminho da escola

Rio — Uma jovem de 20 anos foi sequestrada e estuprada a caminho da escola, na noite desta segunda-feira, na Avenida Arapogi, em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio. Segundo a mãe da vítima, três homens em um carro preto, um deles com uma arma, arrastaram a vítima para dentro do veículo. A estudante ficou em poder dos criminosos por cerca de duas horas, até ser solta no bairro Maria da Graça, também na Zona Norte.
O crime aconteceu por volta das 19h, a uma quadra da escola São Paulo, onde a jovem estuda. Ela estava sozinha quando foi abordada pelo trio. Em depoimento, a vítima contou que foi obrigada a fazer sexo oral em dois dos bandidos. Segundo a mãe da menina, a filha apresentou ferimentos no rosto e no couro cabeludo.
 Mãe da vítima sobre a filha: “ela treme e chora o tempo todo, está traumatizada” Foto: Thiago Lontra / Agência O Globo Mãe da vítima sobre a filha: “ela treme e chora o tempo todo, está traumatizada” Foto: Thiago Lontra / Agência O Globo
Após ser liberada, por volta das 21h, a adolescente, que teve o celular levado pelo grupo, pediu ajuda em um bar, onde conseguiu ligar para família. A mãe disse que a filha está em estado de choque:
— Ela treme e chora o tempo todo, está traumatizada, falando que não quer sair de casa e que não vai mais sair de casa. Falei para ela ficar calma e agradecer a Deus pelo fato de eles a terem deixado viva. — contou a mãe, que lamenta pela falta de segurança. — A gente nunca imaginou que isso poderia acontecer. Prova que não temos segurança em lugar nenhum, nem para sair para estudar. Estamos vivendo dentro de casa, e os bandidos, na rua.
A mãe da jovem contou ainda que a filha foi ameaçada pelos criminosos, caso denunciasse o caso à polícia:
— Eles falaram que se ela fosse dar parte na delegacia, eles iriam atrás dela, porque já sabiam onde minha filha estudava.
A adolescente descreveu os autores do crime como sendo negros e aparentando idades entre 25 e 30 anos. A vítima realizou exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) Afrânio Peixoto, no Centro. O caso foi registrado na 21ª DP (Bonsucesso).
(Pararijos NEWS)

Aliciadores de mulheres são alvo de operação policial no PA

Fotos: Ivan Duarte/ O LiberalFotos: Ivan Duarte/ O Liberal
Atualizada às 12h37
Duas operações da Polícia Federal realizadas em Belém, nesta quarta-feira (16), já resultaram na prisão de oito pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de doleiros e aliciadores de prostitutas para o exterior. A quadrilha adquiria dólares e outras moedas estrangeiras de forma ilícita e investia o dinheiro em aliciamento de mulheres para prostituição no exterior. O esquema movimentou cerca de R$ 54 milhões em um ano.
No total a operação deve cumprir 15 mandados de prisão, além de 5 conduções coercitivas e 10 de busca e apreensão. Entre os alvos dos mandados de busca e apreensão estão dois hotéis no bairro de São Brás, onde as mulheres que seriam vítimas de tráfico de pessoas ficavam até aguardar a finalização do processo de documentação para a viagem ao exterior. Nesses locais, os policiais encontraram vários passaportes, principalmente de mulheres.
As operações, denominadas 'Check in 2' e 'Raabe', apuraram que os acusados estariam aliciando passageiros e contratando 'mulas' para compra e venda ilegal das moedas no Aeroporto Internacional de Belém. O dinheiro obtido com as vendas era investido no envio de mulheres para o exterior, com destino a Guiana Francesa e Suriname.
Para obter esse recurso, a quadrilha tinha relacionamento com doleiros e casas de câmbio em São Paulo, Manaus, Macapá.
Uma das vítimas do tráfico de pessoas foi encontrada pelos policiais no exterior. Ela estava grávida e dependente de drogas, vivendo em um garimpo do Suriname.
(Pararijos NEWS)

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Assembleia nesta quinta definirá greve

Assembleia nesta quinta definirá greve (Foto: Reprodução/RBA TV)
(Foto: Reprodução/RBA TV)
Uma assembleia agendada para a manhã desta quinta-feira (17) deve definir se os trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Belém, entram em greve. Nesta quarta-feira (16), eles cruzaram os braços por 12 horas, cobrando melhores condições de trabalho.

À tarde, representantes do comando de greve foram recebidos pelo prefeito Zenaldo Coutinho e secretários. Eles discutiram a pauta de reivindicações dos trabalhadores.
Sobre a incorporação dos abonos e gratificações, inclusive o Abono 192 Samu, reivindicado pela categoria, Zenaldo disse ser impossível o pagamento com igualdade a todos os servidores, em função da natureza transitória e da legislação vigente.
O prefeito disse ainda que não existe qualquer embasamento jurídico para que o Vale Alimentação dos profissionais do Samu tenha o mesmo valor da Câmara Municipal de Belém.
Zenaldo determinou ainda que os servidores que tiveram a lotação modificada por causa de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), e que ainda não foram concluído no prazo legal, devem retornar aos postos.
(DOL/Pararijos NEWS)

Paralisação no Pará alcança 60% dos funcionários

Paralisação no Pará alcança 60% dos funcionários (Foto: Antônio Cruz/Ag.Br)
(Foto: Antônio Cruz/Ag.Br)
Iniciando greve nesta quarta-feira (16), centenas de trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) cruzaram os braços em todo o Pará. Segundo o sindicato da categoria, a estimativa inicial é que 60% dos funcionários tenham aderido à paralisação no Estado.
Durante a manhã, os funcionários realizaram diversas mobilizações em frente às agências dos Correios da capital e do interior. A categoria também realizará uma assembleia na tarde de hoje, às 16h, em frente à sede da empresa em Belém, na avenida Presidente Vargas, bairro da Campina.
Entre as reivindicações da categoria está o aumento direto de R$ 200 na remuneração. Segundo eles, a empresa propôs pagar uma gratificação somente a partir de janeiro.
A suspensão das atividades faz parte de um movimento nacional. Dos 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios existentes e todo o país, 20 deflagraram greve, enquanto outros 16 aceitaram a proposta apresentada pelo governo.
(DOL/Pararijos NEWS)

Mais um passo dado


Foi um jogo de bom nível técnico, com alternativas ofensivas, movimentação e emoção. Um excelente programa para uma terça-feira à noite. Por competência e com uma dose elevada de sorte, o Paysandu bateu o ABC por 3 a 2, ontem à noite, no Mangueirão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
A vitória foi construída por meio de uma virada. O primeiro gol foi de Ronaldo Mendes, do ABC. Depois, Léo e Betinho, duas vezes, marcaram para os bicolores. No final, Adriano Alves diminui e pôs fogo nos minutos finais. Mas o triunfo foi garantido depois de um sufoco.
O fato é que o resultado manteve o Paysandu na segunda colocação da Série B, com 47 pontos, dois a menos que o líder Botafogo. A campanha bicolor é extremamente positiva. Na próxima rodada, o Papão encara o Náutico, sábado, 19, no Mangueirão, na luta para somar pontos e tornar realidade o sonho de acesso à Série A.
Segundo projeções matemáticas, mais seis vitórias (18 pontos) terão o poder de confirmar a ascensão. O número perseguido pode ser confirmado exatamente com a quantidade de jogos que o time fará em Belém. A contagem regressiva já começou?      
Primeiro Tempo -Nos primeiros minutos, o Paysandu não se posicionou corretamente, não eliminando os riscos de uma postura até certo ponto ousada dos visitantes. O resultado foi fatal. Aos sete minutos, Ronaldo Mendes tabelou, recebeu na frente em condições de finalização. O jogador bateu cruzado, forte e de forma precisa. O gol adversário obrigou o alerta dos bicolores. No entanto, o time da casa estava previsível e travado, caindo na marcação, invariavelmente, a partir do setor de meio-campo.
De quebra, o atacante Welinton Júnior sentiu uma torção, saindo chorando de campo. O treinador Dado Cavalcanti resolveu apressar a estreia do meia-atacante Roni. O cenário já era preocupante. No entanto, o gol de empate sairia em função de um erro individual. Um cruzamento despretensioso do lateral esquerdo João Lucas deu sequência a um erro grosseiro do goleiro Gilvan. Ele não conseguiu segurar e a bola caiu, de bandeja, na cabeça do bicolor Léo. Bastou um toque na direção do gol para o empate se consumar aos 11 minutos.
O segundo gol veio em uma jogada controversa. Após um escanteio, cobrado na primeira trave, a bola bateu na mão de Ronaldo Mendes. O árbitro não titubeou e marcou pênalti. Betinho bateu forte, o goleiro chegou a tocar na bola, mas ela entrou no canto esquerdo da meta do ABC. Segundos depois, Betinho recebeu um lançamento magistral de Carlos Alberto. O atacante, sem marcação, bateu forte, mas sem direção. Na sequência, Léo desperdiçou duas chances de ampliar o marcador. O Papão já tinha facilidade para criar, mas esbarrava em conclusões erradas.
Na etapa final, o ABC voltou agressivo e rondou a área bicolor perigosamente. Bolas aéreas e velocidade imposta tornaram a partida perigosa. O alvinegro teve um gol anulado, marcado por Erivélton aos 17 minutos. A arbitragem alegou impedimento. O Papão não conseguia sequer um lance de perigo. Percebendo a apatia do time e o consequente momento perigoso, Dado sacou Carlos Alberto e pôs outro estreante, Sérgio Manoel. A tentativa foi recuperar o domínio do setor de meio-campo. A estratégia, em parte, teve efeito. Sérgio Manoel lançou Roni que cruzou. Por pouco, Léo não concluiu. O velocista Edinho também entrou para dar gás ofensivo. O Papão melhorou, passou a roubar mais bolas, contudo, o ABC continuava perigoso, embora sem ser eficiente quando tinha chances de conclusão.
Até que aos 34 minutos, depois de um lançamento sensacional de Jhonnatan, o centroavante Betinho deu uma cavadinha, por cima do goleiro, e marcou o terceiro gol alviceleste. Parecia que o sufoco chegaria ao fim. Parecia... Assim que retomou a posse de bola, o ABC desperdiçou uma oportunidade dentro da pequena área. O gol viria a sair com Adriano Alves, em lance de bola alta, já aos 44 minutos. Depois, uma pressão se estabeleceu. O Papão ficou atrás, jogou sério e segurou o bom resultado.  
Santos estaria de olho em Yago Pikachu  
Mesmo sem atuar contra o ABC-RN, em virtude de uma suspensão, o lateral direito do Paysandu, Yago Pikachu, voltou a figurar como destaque na imprensa nacional. Dessa vez, o site globoesporte.com aponta que o bicolor está na lista de prováveis reforços do Santos-SP para a temporada 2016. Nenhum diretor se pronunciou e confirmou o interesse de forma oficial. No entanto, apurou-se que o atleta paraense se encaixa na política de bom e barato que o Peixe vem implementando desde o início do ano.
O presidente santista, Modesto Roma Júnior, além de outros diretores, como Dagoberto Santos, montaram uma lista com jogadores em fim de contrato para que o Peixe evite gastos excessivos com reforços. E Yago Pikachu teria um destaque especial. O problema seria uma concorrência com o Flamengo-RJ. O clube carioca já teria, inclusive, um pré-contrato assinado com o atleta, embora as partes neguem a informação veementemente.
(Pararijos NEWS)

Polícia “limpa” São Miguel


Caminhão carregado roubado foi apreendido com os suspeitos.

Quinze pessoas foram presas durante a Operação Avalanche, desencadeada nos últimos 15 dias em São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Os presos foram indiciados por tentativa de homicídio, estupro de vulnerável, roubo, furto, receptação, porte ilegal de arma de fogo, latrocínio e ameaça. A operação foi comandada pelo delegado Ronaldo Lopes e pelo capitão Francisco Galhardo, da Polícia Militar. Dentre os presos estão Hugo Magalhães Porfírio, de 21 anos; João Felipe Rosa Nunes, de 20 anos; e Sheila Cristina Ferreira Cruz, 23 anos, acusados de roubar uma joalheria localizada no centro da cidade. Com eles, foi apreendido o veículo de placa JUA 4142, utilizado na fuga.
Também acusado de roubo foram presos Taimison William da Silva e Silva, de 20 anos, e Tonyel Valente da Barbosa, de 21 anos, que cometeram um assalto no bairro do Perpétuo Socorro. Os acusados roubaram uma motocicleta e telefones celulares das vítimas. Já Ruam Carlos Alexandre, de 30 anos, irá responder por furto qualificado. Ele é acusado de furtar um caminhão, com placa do Estado de Santa Catarina, com carga de material de construção avaliada em R$ 300 mil. O veículo e a carga foram recuperados e restituídos ao proprietário.
Outro preso é Jhonatan Piane Marinho, de 31 anos, acusado de furtar material de construção de casas populares de uma obra do Governo Federal. Foram presos ainda Elison Castro de Souza, de 21 anos, e Joel Portal Sodré, de 22 anos, por porte ilegal de arma de fogo. Os dois já possuem passagem pela Polícia.
(Pararijos NEWS)

Prefeituras do Pará paralisam contra calote

Prefeituras paralisam contra calote (Foto: Divulgação)
Ozório Juvenil que saber porque o Governo de Simão Jatene declarou dinheiro não pago às prefeiturase (Foto: Divulgação)
Cerca de 100 prefeitos prometem tomar hoje o plenário da Assembleia Legislativa do Estado. Isso devido à sessão especial proposta pelo deputado estadual João Chamon (PMDB) para debater a crise financeira que assola as prefeituras paraenses e o calote no repasse de verbas federais e, principalmente, estaduais. A moratória do dinheiro prejudica programas e serviços básicos nas cidades. Estão sendo esperados também, vereadores e representantes dos governos federal e estadual que terão muito de ouvir dos gestores e dar uma solução para as demandas.
Simultaneamente, as prefeituras realizarão uma paralisação geral em protesto contra a falta de recursos que atinge os municípios. Uma faixa preta será colocada em frente ao prédio do poder executivo de cada cidade, e os serviços serão suspensos, com exceção das emergências hospitalares. O presidente da Associação dos Municípios do Araguaia e Tocantins (Amat-Carajás) e prefeito de Bannach, Valber Milhomem (PSB), reforçou que o movimento não está conflitando com os governos estadual e federal, mas sim, lutando diretamente pelos direitos dos municípios. “As Prefeituras não estão conseguindo cumprir com seus compromissos financeiros por falta de recursos. As cidades do Pará estão pedindo socorro e a cada dia que passa o quadro só piora. Estamos nos mobilizando para mostrar à população as dificuldades que enfrentamos diariamente”, afirmou.

DEMANDAS
O deputado João Chamon, que já foi prefeito de Curionópolis diz que o objetivo da sessão é buscar soluções para os problemas dos municípios, sem destacar bandeiras partidárias ou dar conotações políticas para a crise municipal. “Vamos abordar todas as demandas municipais, sejam de ordem do governo federal ou do governo estadual, que estão ligadas a eixos que atingem diretamente a população, como a saúde e educação”.
Os prefeitos alegam que sem os repasses ou mesmo com a redução dos recursos, os prefeitos não têm como fazer frente às demandas. A maioria dos municípios não tem fonte própria de arrecadação. Cerca de 80% dependem diretamente dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (PFM), repassado pelo governo federal, que vem caindo gradativamente nos últimos meses, e em alguns casos vindo zerados para o caixa das prefeituras. O mesmo ocorre com o ICMS repassado pelo Estado. “Prefeitos já me disseram que o FPM desse mês caiu 40% em relação ao mês passado. A situação é insustentável, de quase falência”, diz o peemedebista.
Chamon lembra que as Assembleias Legislativas de vários Estados estão criando Frentes Parlamentares Municipalistas e espera que no Pará não seja diferente. “Após essa sessão esperamos criar essa frente aqui para funcionar como um polo permanente no poder legislativo para ajudar na solução dos problemas nos municípios”. A criação da frente já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da casa e deve ser votada em plenário na semana que vem.

(Luiz Flávio/Diário do Pará/Pararijos News)

Casarão da antiga Faculdade de Direito será reinaugurado

Casarão da Trindade, que será reinaugurado hoje, marca a gênese do ensino do Direito na região amazônica Casarão da Trindade, que será reinaugurado hoje, marca a gênese do ensino do Direito na região amazônica
A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Pará, reinaugura hoje o Casarão da Trindade, onde, por muitos anos, funcionou a antiga Faculdade de Direito do Pará. O prédio, que abriga desde 1982, a seccional da OAB-Pará, será aberto para visitação a partir das 18h, oportunidade em que haverá concerto da Orquestra Jovem Vale Música, regida pelo maestro Miguel Campos Neto.
Entre os convidados estão o presidente do Tribunal de Justiça do Pará, desembargador Constantino Augusto Guerreiro. O presidente da OAB-Pará, Jarbas Vasconcelos, lembra que o convite às autoridades e à sociedade apresenta a história do chamado “Casarão da Trindade”. Desta forma, a diretoria da Ordem, ao modernizar e valorizar o importante prédio do patrimônio cultural do Pará, renova o compromisso com a história e a memória de várias gerações de advogados que se formaram pela antiga faculdade e também dirigiram a entidade.
De acordo com a assessoria de comunicação social da OAB, “é incerta a data de construção do centenário Casarão da Trindade”. No início do século passado, ele já existia: em 1901, o Casarão foi adquirido pelo Instituto “Teixeira de Freitas” para abrigar a Faculdade Livre de Direito. Para sua aquisição, foi decisiva a colaboração do então governador Augusto Montenegro, que atendeu à reivindicação da diretoria do Instituto “Teixeira de Freitas”.
O governador solicitou ao Congresso Legislativo Paraense crédito especial de 50 Contos de Réis destinado à aquisição do prédio próprio, exigência do governo federal para autorizar o funcionamento da Faculdade Livre de Direito, oficialmente instalada em 31 de março de 1902.
(Pararijos NEWS)

Alepa: deputados expõem situação em municípios

Alepa: deputados expõem situação em municípios     (Foto: Bruno Carachesti)
Deputados e prefeitos de vários municípios do Pará estiveram nesta quarta-feira (16) na Alepa para expor os problemas enfrentados. (Foto: Bruno Carachesti)
Prefeituras de 80 municípios do Pará fizeram uma paralisação na manhã desta quarta-feira (16), em protesto pela falta de recursos que atinge as cidades. Os deputados e prefeitos expuseram hoje na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) alguns problemas que as suas cidades vivem sem as verbas federais, entre eles a redução do fundo de participação dos municípios.
De acordo com o deputado Carlos Bordalo, o governo estadual possui uma dívida de R$ 100 milhões com os municípios, sendo R$ 400 mil só com a área da saúde.
“Viemos expor a situação aos colegas e para que o governo tome providências, pois a arrecadação do Estado subiu, e não há motivos para que o governo tenha ainda uma dívida desse tipo com os municípios, o que prejudica quem mora no interior e também na capital”, disse Carlos Bordalo.
No dia 14 de outubro os deputados vão até Brasília para se reunir com a Presidente Dilma Rousseff, e conversar sobre a redução de recursos repassados para os municípios.
(DOL, Pararijos NEWS com informações de Renata Paes/Diário do Pará)

Aliados criticam pacote fiscal

Ministro Joaquim Levy se irritou com as considerações feitas pelo deputado Rogério Rosso em reunião no PlanaltoMinistro Joaquim Levy se irritou com as considerações feitas pelo deputado Rogério Rosso em reunião no Planalto
A aceitação do novo pacote fiscal do governo federal não será fácil nem mesmo entre os parlamentares da base aliada da presidente Dilma Rousseff. Ontem, um dia após o anúncio das medidas pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, em reunião da presidente Dilma Rousseff com deputados governistas, no Palácio do Planalto, houve uma discussão ríspida entre o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), sobre a condução da política econômica. A discussão foi relatada ao portal G1 pelo próprio Rosso e pelo líder do PR, Maurício Quintela Lessa (AL).
De acordo com parlamentares presentes e o próprio Rosso, a troca de farpas gerou mal-estar e teve que ser interrompida pelo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. O líder do PSD afirmou que a discussão começou quando ele criticou a política econômica do governo, dizendo que não bastava conter gastos sem estimular a produção e a competitividade do setor empresarial. Segundo Rosso, Levy não gostou e iniciou uma “briga feia”.”Ele se ressentiu e travou uma briga feia comigo. Ele falou que o rebaixamento da nota de investimento do Brasil pela Standard & Poor’s também foi problema do Congresso”, contou o líder do PSD.
O deputado disse que rebateu a transferência de responsabilidade para o Legislativo e sugeriu que Levy saísse de “férias” para melhorar a situação econômica do país. “Eu disse: ‘eu li em inglês o relatório da agência de risco, que fala em deterioração fiscal. Inclusive, eu sugiro que o senhor saia um mês de férias e coloque um desenvolvimentista, para ver se a nota não melhora’”, relatou o líder do PSD.
(Pararijos NEWS)

MP cobra atendimento para pacientes do TFD

O Ministério Público do Pará ajuizou uma Ação Civil Pública contra o município de Porto de Moz, no noroeste do Estado, cobrando o pagamento regular dos valores referentes ao Tratamento Fora de Domicilio (TFD) aos pacientes do Sistema Único de Saúde que necessitam de atendimento fora da cidade. Segundo o órgão, a soma dos valores devidos aos usuários chega a quase R$100 mil.
Segundo apuração do MPE, o serviço apresentou e 2015 diversas irregularidades, como a falta de pagamento a pelo menos 42 pacientes do TFD e casos de maus tratos aos usuários do serviço de saúde.
A ação requer a determinação de liminar para que o município restabeleça o pagamento antecipado e sem atrasos, além do ressarcimento dos valores de passagens e ajudas de custo a todos os pacientes da cidade que necessitam do TFD, com antecedência mínima de cinco dias úteis.
O MPE pede ainda que, caso a Justiça conceda liminar, seja estabelecida multa diária ao prefeito e ao secretário municipal de saúde por descumprimento.
(DOL/Pararijos NEWS com informações do MPE)

Paysandu vence e fica a dois pontos do líder

Léo Melo abriu o placar para o Bicolor, em sua primeira partida como titularLéo Melo abriu o placar para o Bicolor, em sua primeira partida como titular
Foi um jogo de bom nível técnico, com alternativas ofensivas, movimentação e emoção. Um excelente programa para uma terça-feira à noite. Por competência e com uma dose elevada de sorte, o Paysandu bateu o ABC por 3 a 2, ontem à noite, no Mangueirão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A vitória veio de virada. O primeiro gol foi de Ronaldo Mendes, do ABC. Depois, Léo Melo e Betinho (duas vezes) marcaram para os bicolores. No final, Adriano Alves diminuiu e pôs fogo nos minutos finais. Mas o triunfo foi garantido depois de um sufoco.
O fato é que o resultado manteve o Paysandu na segunda colocação da Série B, com 47 pontos, dois a menos que o líder Botafogo, que ontem empatou com o Oeste-SP em pleno Engenhão. A campanha bicolor é extremamente positiva. Na próxima rodada, o Papão encara o Náutico, sábado, 19, no Mangueirão, na luta para somar pontos e tornar realidade o sonho de acesso à Série A. Segundo projeções matemáticas, mais seis vitórias (18 pontos) poderão confirmar a ascensão à elite do futebol brasileiro. O número perseguido pode ser confirmado exatamente com a quantidade de jogos que o time fará em Belém. A contagem regressiva já começou.
O JOGO
Nos primeiros minutos, o Paysandu não se posicionou corretamente, não eliminando os riscos de uma postura, até certo ponto, ousada dos visitantes. O resultado foi fatal. Aos sete minutos, Ronaldo Mendes tabelou, recebeu na frente em condições de finalização. O jogador bateu cruzado, forte e de forma precisa. O gol adversário obrigou o alerta dos bicolores. No entanto, o time da casa estava previsível e travado, caindo na marcação, invariavelmente, a partir do setor de meio-campo.
(Pararijos NEWS)

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Manejo do pirarucu garante renda sustentável a indígenas

Há sete anos, indígenas da etnia Paumari do Rio Tapauá, no sul da Amazônia, mudaram totalmente os hábitos de pesca para participar de uma experiência de manejo do pirarucu. Na época, por falta de informação, eles pescavam de forma indiscriminada e ganhavam pouco ou nada pelo produto. E o pirarucu, um dos maiores peixes de água doce do mundo, estava ameaçado de extinção. Atualmente, os paumaris garantem renda para as aldeias com a pesca planejada, ao mesmo tempo em que preservam a espécie, agora na lista das vulneráveis.
Na primeira contagem desses peixes nos mais de 60 lagos da reserva dos paumaris, em 2008, foram encontrados 252 pirarucus. Na contagem anual feita em 2014, os indígenas registraram mais de 2,5 mil peixes. O esforço para alcançar esse resultado foi grande. Os paumaris ficaram sem pescar nenhum pirarucu por cinco anos, tempo necessário para recuperar o estoque da espécie.
Apoiador da ideia desde o início, o indígena Jurandi Souza de Oliveira Paumari garante que valeu a pena. “Este ano o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] liberou a pesca de 220 peixes, quase a população total que contamos em 2008. Mas como somos poucos, devemos tirar cerca de 130 peixes”, disse orgulhoso.
Foto: Divulgação/Opan/Adriano GambariniFoto: Divulgação/Opan/Adriano Gambarini
Jurandi conta que antes do manejo os paumaris pescavam errado. “A gente pescava todos os peixes pirarucu que conseguíamos, não importava o tamanho. Vendíamos ou trocávamos por outros produtos com comerciantes, mas o valor do nosso produto era muito baixo. Sobrava pouco ou nada para nós, em alguns casos dava até despesa.”
O pescador relata que houve muita resistência nas aldeias quando a organização não governamental (ONG) Operação Amazônia Nativa (Opan) apresentou ao povo Paumari a solução de manejo sustentável criada pelo Instituto Mamirauá, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. “A gente ficou desconfiado. Eles falaram do sucesso da experiência em outros locais, que se a gente começasse a preservar os lagos o peixe teria um crescimento populacional maior e a gente poderia pescar mais. A gente ficou meio desacreditado”, conta Jurandi.
Segundo ele, o convencimento dos cerca de 200 moradores da região veio aos poucos, com a percepção da degradação da reserva. “Concluímos que, se toda a comunidade trabalhasse junta, poderíamos crescer mais. Da forma como era, mais cedo ou mais tarde ficaríamos sem condições de vida na área.”
Os indígenas foram formados para fazer contagens anuais nos lagos da região e orientados a pescar apenas peixes maiores que 1,5 metro. Também aprenderam as regras de higiene e como executar de forma profissional as atividades de limpeza, pesca e carregamento. “Os benefícios econômicos vieram com a comercialização do pescado, a partir de parcerias com cooperativas para garantir compradores”, explica o biólogo Diogo Borges, da Opan.
Dificuldade
A maior dificuldade dos pescadores paumaris hoje é a falta de energia elétrica e gelo, que impede o armazenamento e o possível beneficiamento do pescado. “Precisamos muito de recursos para comprar barcos adequados e para produzir gelo”, diz Jurandi. Atualmente os pescadores dependem de uma cooperativa parceira de um município da região para recolher os peixes, em até três horas. “Eles se organizam e vem um barco do município de Lábrea para buscar esse pescado com o gelo”, conta Diogo Carneiro, da Opan.
Na primeira pesca, em 2013, o resultado surpreendeu. “Todo mundo pode ver o futuro, aí os que estavam de fora concluíram que valia a pena e a gente abraçou todo mundo”, diz Jurandi. Ele conta que, em vez de dividir o dinheiro da venda dos peixes só entre quem participou da pesca, decidiram compartilhar o lucro com todos os maiores de 12 anos da reserva.
Na segunda pesca, em 2014, os indígenas passaram a usar um sistema de pontos para calcular o valor que cada um receberia com base no esforço. A pesca de 2015 será no final do mês, uma semana após a contagem dos pirarucus na reserva, prevista para o dia 20 de setembro.
Manejo
A pesca do pirarucu foi proibida no estado do Amazonas em 1996. O manejo sustentável da espécie começou a ser implementado há 12 anos pelo Instituto Mamirauá na região do Médio Solimões. De acordo com o instituto, desde que o manejo começou, o faturamento com a pesca passou de R$ 10,8 mil, em 1999, para R$ 2,6 milhões, em 2014. A renda dos pescadores aumentou 29% no período. A produção de pirarucu passou de 3,2 mil quilos (kg) para 484,9 mil kg, ao mesmo tempo em que tem sido registrado, desde 1999, aumento populacional de pirarucus de 25% ao ano.
Os bons resultados inspiram que a ideia seja difundida em outras regiões. Representantes do povo Paumari estiveram em Brasília ontem (10) para apresentar a experiência ao Ministério da Pesca e Aquicultura, que manifestou interesse em replicar a ideia em outras comunidades indígenas. O assessor Kelvin Lopes, da Secretaria de Planejamento e Ordenamento da Pesca disse que o Ministério da Pesca e a Fundação Nacional do Índio (Funai) devem firmar um acordo em breve. “Acredito que em no máximo 40 dias deve sair o acordo de ação mútua entre o Ministério e a Funai", conta. Ele explica que o plano é considerar as vocações de cada etnia para promover a gestão sustentável dos recursos pesqueiros das reservas. “Alguns tem vocação para a pesca esportiva outros, para a pesca ornamental ou para o manejo pesqueiro de diferentes espécies”, diz Kelvin Lopes.
(Pararijos NEWS)

‘Boulevarte’ vai ter 2ª edição

     Primeira edição do “Boulevarte” movimentou R$ 300 mil em um único dia Primeira edição do “Boulevarte” movimentou R$ 300 mil em um único dia
Os números da 1ª edição do “Boulevarte” surpreenderam os organizadores. Cerca de vinte mil pessoas circularam em 12 horas de evento, com uma circulação de capital girando em torno de R$ 300 mil, segundo a organização. A 2ª edição chega com novidades como mais expositores, uma moeda própria, patrocínio do Sebrae e da Estácio. Além disso, um show promete muitas emoções aos visitantes do Círio: Kim Marques e as estrelas do brega cantam os maiores sucessos da nossa música.
A primeira edição do Boulevarte, no dia 7 de junho, revelou um desejo comum do morador de Belém: as pessoas querem ocupar a cidade. Tanto que nilhares de pessoas circularam pela Praça dos Estivadores, em 12 horas de evento, fazendo valer a hashtag #CidadePrasPessoas.
Abandonada, no centro histórico da cidade, a praça dos Estivadores, foi totalmente revitalizada para o evento. Já os empreendedores criativos locais, conseguiram fazer girar, em um único dia, R$ 300 mil. Durante o Boulevarte não foi identificada nenhuma ocorrência policial ou ambulatorial.
No dia 4 de outubro, o eventoo se repete. A segunda edição do Boulevarte ocupará novamente a praça dos Estivadores com música, artes integradas, gastronomia, moda e sustentabilidade. Algumas novidades serão apresentadas ao público, com o objetivo de melhorar ainda mais o evento, uma delas é a criação de uma moeda exclusiva para o dia. O público poderá comprar os produtos nas feirinhas com a moeda do Boulevarte.
(Pararijos NEWS)

Arcon aplica medida restritiva à Transbrasiliana

A Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) informa que para sanar os problemas enfrentados pelos passageiros que utilizam os serviços da rodoviária Transbrasiliana, cujos funcionários estão em greve desde quinta-feira (10)  lacrou o boxe de vendas de passagens da referida empresa no Terminal Rodoviário de Belém.
A medida evita que usuários comprem bilhetes e acabem impedidos de usufruir do serviço em razão da paralisação. A empresa foi multada e só será liberada para viagens quando regularizar a situação de seus funcionários e pendências junto à Arcon.
A Agência informa ainda que as linhas que são oferecidas pela Transbrasiliana já foram substituídas, emergencialmente, por outras, e pede que as pessoas não procurem, neste momento, os boxes da empresa.
Quem se sentir prejudicado pode fazer denúncia à Arcon no balcão de reclamações do Terminal Rodoviário, das 8 às 18h, pelo site www.arcon.pa.gov.br/ouvidoria ou pelos telefones 0800 091 1717 e 98887 6148.
(Pararijos NEWS)

No Equador, paraense é eleita a Miss Continentes Unidos 2015

Concorrendo com 28 misses de várias partes do mundo, a paraense Nathália Lago, de 23 anos, venceu o Miss Continentes Unidos 2015 na noite deste sábado (12), na cidade de Quito, no Equador. A jornalista, que mora em Castanhal, é a segunda brasileira a vencer a disputa internacional.  No 2º lugar ficou a representante da Colômbia e em 3º, a candidata do Paraguai.
Foto: Miss Continentes UnidosFoto: Miss Continentes Unidos
Criado em 2006 pela empresária equatoriana María del Carmen de Aguayo, o Miss Continentes Unidos tem como objetivo unir todas as nações em busca da mulher que representa a figura máxima da melhor candidata do continente, tendo como foco o compromisso social. Nathália usou o vestido de gala asssinado pelo estilista paraense Carlos Almicar, já o traje típico foi criado pelo também estilista Zandro Gurjão. A paraense foi premiada com joias, roupas e dinheiro.
(Pararijos NEWS)

Nunca é tarde para estudar. Matricule-se!

Nunca é tarde para estudar. Matricule-se! (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Aos 50 anos, Natalino Ferreira tomou uma decisão muito importante: voltar a estudar. "Me sinto ótimo. Após mais de 20 anos sem estudar, declaro que nunca é tarde para sonhar".
O sonho de Natalino pode ser realizado hoje de uma forma mais tranquila, com a possibilidade de fazer o curso de Educação para Jovens e Adultos (EJA), voltado para quem tem mais de 18 anos.
Apesar de ser um curso mais compacto, se comparado às séries concluídas em nível normal, a educação é repassada com qualidade para aquelas pessoas que tiveram que optar pelo trabalho antes de concluir seus estudos. 
"Busco ser referência para minhas filhas, que assim como eu abandonaram os estudos para se dedicar à família e trabalho", destaca Natalino. Hoje, ele é aluno da Dínamo Educação e se sente seguro de seus estudos e do apoio que a equipe de profissionais lhe oferece. A satisfação com o aprendizado é tamanha que Natalino até projeta se matricular num curso técnico de Enfermagem.
COMO FAZER
Se você tem mais de 18 anos e não concluiu o Ensino Fundamental, faça como seu Natalino, volta a estudar!
Conforme o artº 3 da Lei 2.494/98 a matrícula nos cursos à distância do Ensino Fundamental e Médio para Jovens e Adultos e Educação Profissional será feita independente da escolarização anterior, mediante avaliação  (teste classificatório) que define o grau de desenvolvimento e experiência do candidato. 
Mércia Cardoso, coordenadora comercial da Dínamo Educação, explica que o curso na instituição tem duração de 18 meses, com uma aula por semana. O aluno pode optar pelo melhor dia da semana para realização da aula. O certificado é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação do Pará. O valor é de R$ 99,00 por mês.
A Dínamo Educação fica na avenida Governador José Malcher, 1.255, entre 14 de Março e Generalíssimo, em Nazaré. Maiores informações (91) 3085-2886 OU WhatsApp (91) 9 9804-0363. 
(Pararijos NEWS)

PMB é acusada de cobrar por reforma no Ver-o-Peso

PMB é acusada de cobrar por reforma no Ver-o-Peso (Foto: Fernando Araújo)
Feirante poderá ter de pagar a conta por serviços na cobertura do Ver-o-Peso, bastante deteriorada (Foto: Fernando Araújo)
Feitas de forma improvisada, as emendas nas tendas que cobrem o Mercado do Ver-o-Peso deixam evidente a necessidade de manutenção. Clamada há bastante tempo por quem trabalha no local, porém, a possibilidade de reforma da cobertura chegou aos feirantes de forma inesperada. Segundo os trabalhadores, R$400 estariam sendo cobrados de cada um para que o serviço fosse realizado.
Tirando o sustento do Ver-o-Peso já há 31 anos, o autônomo José Feitosa, 54 anos, afirma que a proposta de coleta entre os feirantes para custear o serviço foi feita por representantes da própria Prefeitura de Belém. Apesar de já avisados sobre o valor, os feirantes ainda não teriam sido informados sobre o prazo que têm para pagar. “Fizeram um projeto que seria para cada um dos feirantes pagar R$400. Mas a Prefeitura poderia pagar pelo menos a metade desse valor e deixar só R$200 pra gente”.
De acordo com Feitosa, os trabalhadores não estão satisfeitos com o valor da cobrança, elevado se considerada a renda conseguida com a venda de refeições. Fazendo alguns cálculos simples, o feirante conclui que seriam necessárias duas semanas de trabalho para que se conseguisse os R$400 pedidos. “Achamos errado isso porque já pagamos nossos impostos. A gente já gastou muito com essas lonas remendando quando rasgava”.
Os trabalhadores também apontam que a limpeza praticada no Ver-o-Peso é insuficiente. Há menos de um mês do Círio de Nazaré, Feitosa se preocupa com a impressão que os turistas terão ao visitar o cartão postal. “Nunca tinha visto o Ver-o-Peso nessa situação”, lamentou o feirante.

RESPOSTA
Em nota, a Prefeitura Municipal de Belém afirma que não cobra taxa dos permissionários do Complexo do Ver-o-Peso nas realizações de manutenções e reformas e que as obras de revitalização do Ver-o-Peso estão previstas para iniciar no ano que vem. A nota diz ainda que uma nova cobertura já está inclusa no projeto de reforma da feira.
EM NÚMEROS
R$ 400 É quanto estaria sendo cobrado dos feirantes para conserto de tendas do Ver-o-Peso.
(Cintia Magno/Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Municípios vão receber mutirão jurídico da Defensoria

Para ampliar o atendimento jurídico à população, a Defensoria Pública vai realizar seis mutirões nos municípios do interior o estado. A informação foi divulgada pela instituição nesta terça-feira (25).
Os municípios que receberão o atendimento dos defensores são Vigia, Terra Alta, Maracanã, Igarapé-Açu, Marapanim e São Francisco, sendo que apenas Vigia e Terra Alta têm datas confirmadas. O primeiro no dia 28 de agosto e o último no dia 17 de setembro.
A defensora Jacqueline Loureiro disse que os mutirões são imporantes porque a ‘maioria dos defensores públicos itinerantes, na semana em que estão trabalhando nestes municípios, gasta boa parte do tempo em audiências e peticionando processos já em andamento e, por conta disso, não conseguem atender a todos’.
(Pararijos NEWS)

Morto a tiro no próprio carro

0

Moradores do Tapanã testemunharam um homicídio, na manhã de ontem, na estrada principal do bairro, em frente ao conjunto Tapajós. Laércio Gomes Coutinho, que não teve a idade divulgada, foi baleado enquanto dirigia o próprio carro. Após levar o tiro, a vítima perdeu o controle do veículo, caiu em uma vala do acostamento da pista e morreu minutos depois.
O crime ocorreu por volta das 7h30. Algumas pessoas dizem que Laércio jogou o carro para cima de uma moto, na qual estavam assaltantes que tentavam roubar um casal. Os criminosos, então, reagiram e atiraram contra o motorista. Mas outras pessoas afirmam que Laércio estava refém dentro do próprio carro, enquanto outros criminosos em uma moto davam cobertura. Segundo esta versão, o motoqueiro atirou contra Laércio e o assaltante que estava no carro fugiu.
De acordo com o cabo Jadir Siqueira, do 24º Batalhão da Polícia Militar, não há informações suficientes para afirmar o que ocorreu. “A única coisa que foi repassada para a gente é que havia um homem morto dentro do carro, baleado com um tiro no pescoço. Não sabemos ainda o que realmente aconteceu, se foi uma tentativa de assalto ou execução”.
No local do crime, muitos curiosos se aglomeraram para ver o carro tombado e o corpo da vítima. Aparentemente, nada foi roubado de dentro do veículo e Laércio ainda estava com objetos pessoais, como relógio, cordão e aliança.
O perito criminal Jadir dos Santos falou sobre a dinâmica do crime. “Não podemos afirmar se foi assalto ou execução. Mas pelo que percebemos na perícia inicial, o tiro que atingiu a vítima veio de fora do carro e acertou o seu pescoço. Foi fatal. Como o carro estava em movimento, o motorista perdeu os sentidos e o veículo continuou seu curso, indo parar fora da pista, na vala do acostamento”.
Ainda de acordo com o perito, não é possível dar mais detalhes porque a cena do crime foi alterada. “Algumas pessoas tentaram prestar socorro à vítima e abriram a porta do carro, mexeram no banco e nos vidros. Isso alterou totalmente a cena do crime. O que vamos fazer é aguardar o laudo da necropsia do corpo para identificar o tipo de projétil que o atingiu para sabermos a arma utilizada”, esclareceu Jadir dos Santos.
Uma equipe da Divisão de Homicídios foi até o local e fez as primeiras investigações, mas até o final da manhã de ontem nenhum suspeito havia sido identificado. Quem tiver alguma informação que possa ajudar a polícia pode ligar para o 181 (Disque-Denúncia). A ligação é gratuita e não é necessário se identificar.
(Pararijos NEWS)

Viagem e caos na educação repercutem


Viagem e caos na educação repercutem (Foto: Alzyr Quaresma)
Luiz Pereira (PR): obras vêm prejudicando alunos à véspera do Enem (Foto: Alzyr Quaresma)
Na manhã de ontem, em sessão ordinária na Câmara Municipal de Belém (CMB), o vereador Luiz Pereira, do Partido da República (PR), fez duras críticas à educação no Estado, durante seu discurso no plenário. Pereira denunciou o fato de que há, na rede pública estadual, escolas que estão com as aulas interrompidas porque começaram a ser reformadas em agosto. Para o vereador, reformas como essas, realizadas em período letivo favorecem apenas as empresas interessadas em ganhar dinheiro com licitações. 

FORA DO ENEM 
O vereador diz ainda que a falta de aulas prejudicará a participação de estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em outubro. Segundo ele, há denúncias de alunos sem aulas desde a última greve dos professores. “Chega a prova do Enem e eles não têm nenhuma condição de disputar com os estudantes das escolas particulares. Muita propaganda se faz quando se inaugura uma escola entre centenas abandonadas. A realidade da educação estará nos resultados do Enem”. 

TURISMO DE JATENE
A matéria divulgada na edição do último domingo do jornal DIÁRIO, que cita R$ 170 milhões gastos pelo governo Jatene em viagens, também levantou debate na tribuna. O vereador Fernando Carneiro (PSOL), exigiu esclarecimentos do Governo. Ele repudiou a falta de posicionamento sobre a denúncia. 
A matéria mostra que o dinheiro gasto só em 2014 ajudaria a construir quatro hospitais do tamanho do Metropolitano, além de erguer 250 escolas e 3.400 casas populares, bem como asfaltar 110 quilômetros de estradas e adquirir 3 mil ambulâncias e 4.250 viaturas policiais. 
“O município passa uma situação caótica na saúde, e o governador, viajando, gasta nosso dinheiro. Gostaria que o governador provasse que é mentira. Mas quem cala consente”, reforçou Carneiro.

(Renata Paes/Diário do Pará)

Traficante é morto em casa


O traficante Thiago da Silva Costa, de 23 anos, foi morto com cinco tiros, na porta de casa, em uma vila de kitchenettes localizada na passagem Curuçá, no bairro do Atalaia, em Ananindeua. O crime ocorreu por volta das 14h de ontem. No imóvel a polícia encontrou 250 pedras de crack. Para a polícia, a vítima conhecia o assassino, que fugiu pelos fundos. Os vizinhos dizem que não conseguiram ver o rosto do matador.
O delegado Lenoir Cunha, da Divisão de Homicídios, esteve no local do crime e afirmou que existe a possibilidade de o assassino ser um conhecido da vítima, já que o portão da vila de kitchenettes é aberto pelos próprios moradores e não havia sinal de invasão. Thiago era casado e tinha dois filhos, mas estava sozinho quando foi executado.
Depois de ouvir vários tiros e os passos de uma pessoa, os vizinhos encontraram Thiago caído na porta de casa. Nenhuma cápsula foi achada perto do corpo e a equipe de peritos criminais não conseguiu identificar o tipo de projétil usado no crime. A vítima residia na vila havia dois meses, por isso os vizinhos não sabiam detalhes da vida dela. Eles não sabiam, por exemplo, que Thiago era traficante e tinha um estoque de drogas dentro de casa.
De acordo com o sargento Satibanês, da 1ª Companhia (CIA) do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM), quando a equipe de PMs chegou Thiago ainda estava vivo. Uma ambulância de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas a vítima morreu no local. Thiago foi atingido pelas costas, o que indica que ao perceber o que ocorreria, ele tentou voltar para dentro de casa e se proteger.
A equipe da Divisão de Homicídios encontrou cinco sacos com 50 pedras de crack em cada um. Também foram encontradas uma balança, solução de bateria usada para o refino da droga e embalagens plásticas para comercializar o entorpecente.
A mãe de Thiago esteve no local e se emocionou ao ver o corpo do filho ser retirado da vila pela equipe do Instituto Médico Legal (IML). A polícia já sabe que o irmão de Thiago foi baleado na semana passada e o crime provavelmente tem relação com o tráfico de drogas. Por causa do envolvimento de Thiago com o tráfico, a polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas.
Curiosos - Durante a investigação da polícia no local do assassinato, um mototaxista e um cliente se agrediram. Eles foram ao local para acompanhar o trabalho dos peritos, mas se desentenderam porque o cliente não quis pagar a corrida. A confusão não tinha relação com o homicídio, mas atrapalhou o trabalho dos policiais, que precisaram interromper a análise da cena do crime para conter os dois curiosos.
(Pararijos NEWS)

Receita libera R$ 61 milhões para 44 mil paraenses


Receita libera R$ 61 milhões para 44 mil paraenses (Foto: Reprodução)
Grana no bolso: o lote de multiexercício de restituição contempla ainda os exercícios de 2008 a 2014 (Foto: Reprodução)
Nesta terça-feira, dia 15, a Receita Federal liberará créditos no valor total de R$ 61.071.544,83 para 44.931 contribuintes em todo o Pará. Em Belém, 27.475 contribuintes terão direito a R$ 40.634.602,52. Em toda a 2ª Região Fiscal, que engloba os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima, 103.672 serão contemplados, totalizando 
R$ 131.807.116,80.
O lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições dos exercícios de 2008 a 2014. O crédito bancário para 2.155.086 contribuintes, em todo o Brasil, será realizado também hoje, totalizando o valor de R$ 2,5 bilhões. Desse total, R$ 80.951.209,65 serão distribuídos entre 22.109 contribuintes idosos e 2.847 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br/) ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.
A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma 
inscrição no CPF.

NÃO CREDITADA
Caso o valor da restituição não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.
O contribuinte deve informar ao Banco do Brasil a conta, a agência e o banco para o qual pode ser feita a transferência da restituição. A restituição ficará disponível no Banco do Brasil durante um ano. Após esse prazo, quem não fizer o resgate deverá requerê-la por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Chico Pinheiro está internado em hospital do Rio

Chico Pinheiro está internado em hospital do Rio (Foto: Divulgação/Instagram)
Chico Pinheiro se ausenta do "Bom Dia Brasil" por causa de pneumonia. (Foto: Divulgação/Instagram)
O jornalista Chico Pinheiro está afastado temporariamente de suas funções na TV Globo. Desde a última sexta-feira (11), o apresentador do "Bom Dia Brasil" não apresenta o matinal por conta de uma pneumonia que adquiriu. 
Ele estava com muita tosse nas últimas semanas e procurou um médico para se tratar. Desde então, está internado em um hospital no Rio de Janeiro.
Neste domingo (13), o jornalista postou várias fotos internado, assistindo o clássico de Minas Gerais, Atlético x Cruzeiro, pela TV. Enquanto não se recupera, Chico é substituído pelo jornalista Flávio Fachel.
(DOL/Pararijos NEWS com informações do portal UOL)