Google+ Badge

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Sufoco na corrida para os balneários


O começo da noite de quarta-feira (23), antevéspera do Natal, foi de sufoco para condutores de veículos nos principais corredores de tráfego de Belém, principalmente no eixo formado pela avenida Almirante Barroso e rodovia BR-316. Um engarrafamento de cerca de quatro quilômetros ocorreu na pista da Almirante Barroso de saída de Belém, do cruzamento da avenida Dr. Freitas até a frente do Shopping Center, na fronteira com Ananindeua. Na BR-316, na altura da Barreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Ananindeua, houve engarrafamento de veículos por cerca de um quilômetro de extensão. Até o começo da noite, não houve acidentes na BR.
Já a pista da BR-316, no sentido de entrada de Belém, registrou engarrafamento de cerca de três quilômetros. Por volta das 19h30, havia filas de carros na saída de Belém, demonstrando que o movimento de saída da capital paraense mostrava-se superior ao de uma quarta-feira normal, ou seja, o aumento e concentração de veículos nos corredores de tráfego se deveram em grande parte ao deslocamento de quem vai passar o Natal fora de Belém e, ainda, pelo fato de que muitos caminhões circularam ao lado de ônibus urbanos e de viagem nas vias. A PRF monitora a a circulação de veículos nas rodovias federais no Estado.
A pista do retorno de ônibus, às proximidades do Castanheira, esteve repleta desse tipo de veículos. Para fazer o percurso de São Brás até o Entroncamento, um condutor de carro particular levou 40 minutos. O curioso é que este condutor seguiu pela avenida João Paulo II, já desviando da Almirante Barroso já engarrafada.
Houve também sufoco para motoristas, motociclistas e ciclistas na rodovia Augusto Montenegro, onde o trânsito está todo alterado, principalmente de ônibus urbanos com desvios de trajeto, por causa das obras do projeto Bus Rapid Transit (BRT), a cargo da Prefeitura de Belém. As avenidas Centenário e Independência também registraram fluxo intenso de veículos, sobretudo, no final da tarde e começo da noite, na volta para casa.
Alguns motoristas informaram que o trânsito nas vias do Centro de Belém mostrou-se mais complicado que o usual, por causa do deslocamento de consumidores em massa para shopping centers e lojas do centro comercial. A preocupação de condutores de veículos e passageiros é com relação ao deslocamento de belenenses para as festas de passagem de ano em cidades do interior do Estado, o que deverá congestionar de novo os corredores de tráfego de Belém. (Pararijos NEWS)