Google+ Badge

domingo, 20 de dezembro de 2015

Pesquisa garante ceia natalina barata em até 30%

Pesquisa garante ceia natalina barata em até 30% (Foto: Divulgação)
Produtos importados estão até 72% mais caros em relação ao ano passado. Saída é pesquisar e substituir alguns deles (Foto: Divulgação)
Os produtos da ceia natalina estão mais caros. Porém, uma boa pesquisa pode ajudar o consumidor a economizar em até 30%. A menos de uma semana do Natal, a corrida dos consumidores pela tradicional compra de produtos que compõem a ceia natalina deverá aumentar nos supermercados e feiras. Mas, é preciso ficar atento, e pesquisar bastante, além de ser criativo na hora de substituir um produto por outro, já que os preços sofreram um reajuste considerável.
De acordo com o Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), no caso especifico das frutas de época importadas, os preços ao consumidor para este final de ano estão sofrendo impactos diretos da alta do Dólar. Pesquisas realizadas entre os dias 13 e 15 de dezembro apontaram o reajuste de até 72,91%. O quilo das nozes com casca, por exemplo, custa, em média, R$ 51,70. No mesmo período do ano passado, o quilo do produto custava R$ 29,90. Já a pera portuguesa, embora pouco procurada nos supermercados da cidade, teve um reajuste de 54,65% custando em média R$ 15,31.
O preço da castanha portuguesa, item presente na maioria das mesas nessa época do ano, está sendo vendido a R$ 53,87 o quilo, sendo que no ano passado o preço médio era de R$ 41,57. As frutas cristaliza das não apresentaram aumento significativo. Saindo de R$ 7,53 em 2014 para R$ 8,25.
PESQUISAE OPÇÕES
A pesquisa ainda destaca que é preciso ficar atento à variação de preços nos supermercados e feiras. Em alguns casos, podem chegar a mais de 30%, por isso é importante o consumidor ter paciência e bater perna em busca do produto mais em conta. Outra dica importante: procure substituir um alimento, considerado caro, por outro mais barato, e com bom teor nutritivo.
O arroz, por exemplo, pode ser feito com legumes ao invés de passas, que são muito caras nessa época. As frutas tradicionais como frutas secas, ameixa e damasco podem ser substituídas por abacaxi e melancia, também de época e outras receitas boas e baratas como farofa de banana e batata assada com alecrim podem fazer sucesso, sem pesar no bolso. “Use a criatividade e esqueça o que é tradicional nas mesas. Assim é possível ir além do que é caro nessa época do ano e deliciar-se com o que não é tão procurado”, disse Miriam Paterno, banqueteira e gerente de um buffet, em entrevista ao “Portal Meu Bolso Feliz”. Ela sugere ainda que, para baratear a ceia, é possível escolher apenas um prato principal, que costuma ser uma carne. “Podemos substituir as carnes mais caras como tender ou filé mignon por carnes mais baratas como frango, lombo ou pernil suíno”, aconselha.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)