Google+ Badge

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Oposição ainda acredita no impeachment


Após vitória do governo no Supremo Tribunal Federal (STF), que definiu o rito do impeachment, a oposição a Dilma Rousseff iniciou a elaboração de uma estratégia para tentar manter a petista sob pressão na Câmara dos Deputados e dar início ao processo na Comissão Especial da Casa encarregada de analisar o pedido de afastamento da presidente, aceito por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no último dia 2.
A tática dos oposicionistas, que não se agregam num único grupo, apesar do interesse comum de afastar a presidente, tem três pilares: 1) novas ações regimentais; 2) busca de apoios nos movimentos antipetistas da sociedade civil para pressionar políticos nas suas bases durante o recesso; 3) enfraquecer a ala de parlamentares governistas do PMDB, hoje liderada por Leonardo Picciani (RJ). (Pararijos NEWS)