Google+ Badge

domingo, 20 de dezembro de 2015

Vocalista da Gang do Eletro anuncia projeto solo

Vocalista da Gang do Eletro anuncia projeto solo (Foto: Divulgação)
"Queria poder pegar de tudo, fazer de tudo, sem ter alguém ditando regrinhas", diz Keila sobre o novo trabalho longe da Gang (Foto: Divulgação)
A personalidade forte de Keila Gentil aparece até nos cabelos, que agora estão roxos. Ela mesma se define como “muito aaaaaaah, do hip hop, de endoidar, da tremidinha”, diferente de outras cantoras que seguem, segundo ela “mais o estilo de diva”. Hoje, Keila é estudante de jornalismo, e sua vivência acadêmica rendeu a ideia de lançar um projeto solo. “Esse meu estilo me mostrou que eu devia apostar em mim mesma. Não quis fazer isso em outros lugares, mas eu quero beber da minha fonte, em Belém, construindo o trabalho em cima da essência da verdade, de tudo que sou. Eu enxergo a cena [musical de Belém] como forte, mas para mim ela está se fortalecendo ainda mais. O brega está com tudo, a gente tem grandes casas de shows, eventos, redes de comunicação que reforçam o brega como real, como cultura. E o artista, quando recebe incentivo tanto financeiro quanto esse apoio da mídia, do público, das pessoas, produz mais, ele quer fazer sempre novo. Não acontece só comigo, mas com muitos artistas que também estão com trabalhos novos”, explica a cantora, anunciando uma produção em cima das vertentes do brega, com suas próprias influências.
O novo projeto vem sendo desenvolvido há alguns meses e já tem single, pronto para ser lançado junto com um videoclipe. A música “Recalque da Inimiga” é o primeiro passo de uma nova etapa da vida da artista, que ganhou fama no Brasil e em outros países do mundo à frente da Gang do Eletro, cantando o eletromelody. Mas essa nova carreira traz um elemento a mais: a liberdade. “Ele é uma mistura sem rótulo, sem restrições. Queria poder pegar de tudo, fazer de tudo, sem ter alguém ditando regrinhas. O clipe já vem com o novo estilo de cabelo roxo e tudo mais. É uma nova estética, e a gente acaba se transformando e se enxergando de forma diferente, criando um novo personagem. Eu sou meio Nicky Minaj. Essa é a Keila Gentil, mas tem também a ‘Keila Tremidinha’, que é da Gang do Eletro”, explica.
Apesar de afirmar que ainda tem vínculos com a Gang do Eletro - e que a banda ainda tem cerca de dois anos de contrato com a gravadora brasileira independente Deck Disc -, Keila anuncia: “esse trabalho paralelo é um ensaio para uma carreira solo”.
“Na Gang todo mundo tem seus projetos paralelos e eu já vinha há algum tempo pensando e idealizando algo para mim. Mas a Gang continua, está com música na novela e cada um vai mantendo o trabalho paralelo, cada um está por si”, esclarece a artista.
Os fãs e curiosos podem seguir de perto os próximos passos de Keila Gentil e acompanhar o trabalho da artista na página profissional dela no Facebook, onde Keila logo mais irá compartilhar o novo projeto, com música e clipe inéditos.
(Gustavo Aguiar/Diário do Pará/Pararijos NEWS)