Google+ Badge

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Jungle Fight: encerra o ano em Belém, com duas disputas de cinturão, hoje à noite

Giovanni Maiorana e Wallid Ismail (de laranja) comandam a noite de lutas, que terá os campeões Elizeu Capoeira e Nildo Katchal (de vermelho) contra Wylk Leandro e Eduardo Camelo (de azul). A ring-girl será a ex-BBB Clara Aguilar.Giovanni Maiorana e Wallid Ismail (de laranja) comandam a noite de lutas, que terá os campeões Elizeu Capoeira e Nildo Katchal (de vermelho) contra Wylk Leandro e Eduardo Camelo (de azul). A ring-girl será a ex-BBB Clara Aguilar.
Belém sedia hoje à noite a 75ª edição do Jungle Fight, encerrando a temporada do maior evento de MMA da América Latina. E para fechar o ano em grande estilo, o torneio terá duas disputas de cinturão: o paraense Nildo Katchal defende o título dos moscas (até 57kg) diante do baiano Wylk Leandro, enquanto outro paraense, Eduardo Camelo, desafia o paranaense Ezequiel Capoeira para se tornar o campeão dos médios (até 77kg). O evento, que será realizado no Ginásio da Uepa, a partir das 21h, terá transmissão ao vivo para todo o Brasil pelos canais SporTV e Combate (ORM Cabo) e pela ESPN para os Estados Unidos.
Com a presença da ex-BBB Clara Aguiar, mais nova ring girl do Jungle Fight, a pesagem oficial do evento ocorreu com tranquilidade, ontem à tarde, no Radisson Hotel Maiorana Belém, no bairro de Nazaré. As tradicionais encaradas não tiveram muitos momentos de tensão, inclusive com a maioria dos atletas se cumprimentando. A única encarada um pouco mais tensa foi entre o paraense Lucas Nunes e o chileno Gaston Manzur. Os dois encostaram as cabeças, Manzur não gostou e empurrou o rival. Mas os ânimos foram logo controlados pelo presidente do Jungle Fight, Wallid Ismail. Os dois lutadores farão o oitavo duelo do evento, em luta válida pelo peso-galo (até 61kg).
Praticamente todos os lutadores bateram o peso, exceto os atletas Davi Souza e Cleyton Papá, o que provocou o cancelamento de suas lutas contra Werique Guerreirinho e Michel Pedro, respectivamente. Já o paraense Deiveson “Daíco” Alcântara, que acabou ficando 400 gramas acima do combinado até 57kg para o combate contra o manauara Rayner Silva, foi punido com a perda de 20% da bolsa e de um ponto na luta. O atleta Rafael Alves, que enfrenta Samuel Paiva, também do peso-mosca, acabou ficando acima do peso e precisou de duas horas a mais para ter seu peso aferido novamente.
Pararijos NEWS, com informações de Jungle Fight