Google+ Badge

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Emater disponibiliza barco para técnicos darem apoio às comunidades ribeirinhas no Marajó

Capacidade 40 toneladas e servirá também de espaço para capacitação
O Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER realizado pela EMATER-PARÁ compreende diversos processos os quais propõem aos agricultores familiares uma aprendizagem continuada, o estabelecimento de padrões tecnológicos de produção e o trabalho diversificado na produção.
Esse serviço é norteado pela Política Nacional de ATER – PNATER a qual aponta a produção sustentável, livre de defensivos químicos e orienta para o protagonismo dos agricultores na perspectiva do saber, do conhecer e do apropriar-se das discussões, planejamentos e execuções de todas as ações de desenvolvimento rural.
No que concerne ao aspecto continuado da aprendizagem dos agricultores familiares a EMATER-PARÁ propõe capacitações, experimentos – unidade demonstrativa e de observação, técnicas e manejos de agroecossistemas, entre outros. No âmbito do Arquipélago do Marajó a EMATER-PARÁ adota a estratégia de capacitação continuada dentro de um barco-escola denominado Plácido Pamplona, este meio tem sido eficiente e efetivo para seu objetivo – CAPACITAÇÃO.
A EMATER-PARÁ a partir do dia 22/12/14 colocará a disposição das comunidades ribeirinhas do arquipélago do Marajó o Barco Plácido Pamplona. Este tem capacidade para 40 T, servirá para transporte de técnicos e demais parceiros para realização das atividades de campo, além de ser um espaço de capacitação – Barco-Escola para 25 a 30 pessoas.
O barco possui equipamentos que darão suporte as capacitações dentro do barco (projetor multimídia, televisor, notebook, tela de projeção...); será possível a produção de alimentação para a tripulação, os técnicos e para comunidade, quando necessário; e dispõe de espaço para usufruto dos técnicos – camarote, salão multiuso, despensa, 2 banheiros, lavabo...
O Barco Plácido Pamplona representa uma oportunidade de acesso aos serviços da EMATER-PARÁ, nele será possível deslocar a equipe técnica para atender os mais variados trabalhos: levantamento de propriedades, Realização de Diagnósticos Rurais, Cadastro Ambiental Rural, emissão de DAP, informações de créditos, informações sobre o PAA e PNAE, entre outros.
O Barco plácido Pamplona estará à disposição de 10 municípios: Afuá, Anajás, Bagre, Breves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Oeiras do Pará, Portel e São Sebastião da Boas vista, que compreendem o Regional da EMATER-PARÁ no Marajó.

(Pararijos NEWS, com informações da  Regional da EMATER-PARÁ no Marajó)