Google+ Badge

domingo, 7 de dezembro de 2014

Wlad processa Barbalhos por calúnia

Deputado Wladimir Costa protocola ação contra Helder e Jader Filho: calúniasDeputado Wladimir Costa protocola ação contra Helder e Jader Filho: calúnias
O deputado federal Wladimir Costa (SD) ingressou na sexta, 5, com uma queixa-crime contra Helder Barbalho e Jader Filho, proprietários do jornal Diário do Pará, pelos crimes de calúnia e difamação. O parlamentar alega que vem sendo alvo de constantes ataques políticos pela família Barbalho após o fracasso de Helder nas eleições. O mesmo procedimento será impetrado contra os senadores Jader Barbalho e a deputada federal Elcione Barbalho no Supremo Tribunal Federal (STF), já que ambos possuem foro privilegiado.
Na ação, Wladimir Costa acusa o jornal dos Barbalhos de ter noticiado informações inverídicas sobre os processos que já respondeu no Supremo Tribunal Federal, com o objetivo de atacar-lhe a honra. Em texto  publicado no dia 16 deste mês, sob o título “STF investiga Wladimir Costa por peculato”, o jornal acusa o deputado federal de ter sido denunciado pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, por se utilizar de “laranjas” para criação da ONG Instituto Nossa Senhora de Nazaré de Barcarena.
“O intuito não é fazer uma matéria jornalística, mas semear intrigas e fofocas com a única intenção de me caluniar e difamar. O que eles querem é denegrir minha imagem como político”, afirmou Wladimir Costa.
O advogado dele, André Eiró, explica que o jornal dos Barbalhos incorreu no crime de calúnia quando acusa o deputado de responder por peculato mesmo sendo sabedor que o Inquérito 3884 é baseado em denúncias infundadas e que o procedimento de apuração ainda não tem sequer denúncia ou ação penal formalizada. E ainda pelo crime de difamação por manipularem as informações, segundo ele, utilizando de expressões tendenciosas e de efeito para confundir a opinião pública a formar uma imagem deturpada da honra do parlamentar.
O Liberal