Google+ Badge

sábado, 13 de dezembro de 2014

Medina é ovacionado pela torcida no primeiro dia em Pipeline


Se nas grandes competições a estreia é marcada pelo nervosismo, Gabriel Medina conseguiu superar essa barreira sem grandes dificuldades nesta sexta-feira, na primeira fase da última etapa do WCT, no Havaí. Atual líder do ranking mundial, o brasileiro foi ovacionado pelos torcedores que estavam nas areias de Pipeline antes e depois de entrar no mar.
Com a vitória garantida, Medina recebeu o carinho da sua família, a mãe Simone, o padrasto Charles e os irmãos Felipe e Sophia. Assim, com esse apoio, o brasileiro espera continuar avançando nas próximas fases em Pipeline. Com a vitória na primeira bateria, ele avançou à terceira fase. A janela de competições reabre neste sábado, ás 15h30m (de Brasília).
Na última etapa de 2014, Medina enfrenta a concorrência de Mick Fanning, que também avançou de fase, e Kelly Slater, que vai disputar a repescagem. O brasileiro é o atual líder do ranking com 56.550 pontos, seguido pelo australiano (53.100) e o americano (50.050).
Confira o que Medina tem que fazer para ser campeão do WCT em 2014
— 25º ou 13º — Medina será campeão se Slater não vencer a etapa e se Fanning não chegar nas quartas de final. Caso perca nas quartas, Fanning iguala os pontos do brasileiro e o campeão será conhecido depois de uma bateria extra entre ambos;
— 9º lugar — acabam as chances de Slater e obriga Fanning a estar na final;
— 5º lugar — Fanning passa a precisar da vitória para impedir o título do brasileiro;
— 3º lugar — Fanning continua precisando unicamente da vitória no Havaí;
— 1º lugar — Medina independe dos demais resultados e seria o primeiro brasileiro a conquistar o título mundial de surfe.
(Pararijos NEWS, com informações de WCT)