Google+ Badge

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Paysandu fecha o gol e confirma acerto com Fernando Henrique


A diretoria bicolor confirmou, o jogador também indicou o acerto e tudo indica que o Paysandu recolocará o goleiro Fernando Henrique, 31 anos, no cenário nacional. O contrato, praticamente alinhavado com o atleta, prevê vínculo de um ano, sendo que o ex-jogador do Fluminense se encaixou na política salarial do clube, estimada entre R$ 20 mil e R$ 30 mil.
A negociação ainda depende da assinatura contratual, como revelou o próprio jogador em declarações ao portal GloboEsporte.com. “Da minha parte está certo. Desde quando surgiu essa oportunidade, focamos e já estamos apalavrados, mas ainda não assinei”, ressaltou.
O atleta considerou que o fato do Paysandu ser um time de massa facilitou o provável acerto com o clube. Fernando Henrique tem um currículo expressivo. Além do Flu, ele também defendeu o Ceará, com sucesso. “Era o que eu queria, gosto de jogar em time de massa, sei que é uma loucura jogar em Belém pela torcida apaixonada e que cobra muito. Praticamente já deu certo e minha vontade é imensa, estou empolgado”, disse o goleiro.
Fernando Henrique também revelou estar recuperado de dores na coluna que o tiraram do América-RN, equipe que estacionou na zona de rebaixamento da Série B e acabou rebaixada. O goleiro solicitou rescisão contratual por acreditar que não ajudaria mais o clube na luta contra o rebaixamento. Sites de notíciais elogiaram o jogador pela iniciativa.
Passado à parte, Fernando Henrique é um dos 10 atletas que já entraram em acordo com o Paysandu para a temporada 2015, quando o Papão vai disputar o Campeonato Paraense, Copa Verde, Copa do Brasil e Série B. A diretoria confirma as negociações, mas não revela nomes dos contratados, respeitando uma política de sigilo para evitar surpresas desagradáveis de última hora.
A posição de goleiro é uma das maiores carências do que restou do plantel bicolor de 2014. Por imposição da diretoria de futebol, e com o aval da comissão técnica, os goleiros Matheus, Douglas e Paulo Rafael foram liberados. Apesar de Tobtido o acesso à Série B, os números do sistema defensivo foram discretos em meio à campanha bicolor na Terceira Divisão. O Paysandu sofreu 25 gols em 24 jogos, média de quase um gol por partida. Douglas e Paulo Rafael se revezaram como titulares no Brasileirão, mas a dupla não agradou e já foi dispensada.            
Além de Fernando Henrique, um dos nomes ventilados é o de Saulo, goleiro ligado ao São Caetano-SP. O Paysandu abriu negociações e conta com a liberação do jogador junto ao clube com qual tem contrato. Comenta-se que o acerto também já está concluído. A ideia da gestão bicolor é divulgar todos os contratados somente dia cinco de janeiro, data da posse do presidente eleito, Alberto Maia.
DESTINO INCERTO
Circula pelo estádio da Curuzu a informação de que o goleiro Paulo Rafael pode acertar com o Santa Cruz-PE ou com o ABC-RN. Rafael é oriundo das divisões de base do Papão, tendo uma curta passagem pelo Sport-PE. Voltou ao clube em 2012, quando se destacou. Mas a temporada de 2014 foi irregular e de frustração para o arqueiro. Além de não se firmar como titular absoluto, ele errou em momentos decisivos, foi perseguido por parte da torcida e ainda passou por problemas de ordem pessoal.
ORM News