Google+ Badge

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Pará derrota manauaras no futebol amerincano


Em fileira, mais de 60 jogadores entram em campo socando um banner com o escudo de cada time, com gritos eufóricos, inclusive da torcida. Ainda organizados, eles se cumprimentam e participam de uma pequena cerimônia, cuja tônica é de agradecimento à torcida. E um deles logo discursa: “Não vou falar muito, vamos ao jogo!”
Tradicional palco do futebol, o campo do Souza teve uma manhã de domingo diferente. Também de futebol. Mas de futebol americano. Um público superior a 200 pessoas estava presente no estádio da Tuna, prestigiando um desafio interestadual. De um lado, estava o Belém Titans. Do outro, o Amazon Black Hawks, equipe de Manaus. Foi a primeira edição de um torneio com um nome que mescla cultura paraense com a norte-americana: Açaí Bowl. O placar final provou a superioridade dos paraenses, que levaram o troféu após obter 10 pontos contra a seis do time adversário. Destrinchando os números, o Belém Titans conquistou um touchdown, gol extra e um field gol. Os manauaras obtiveram apenas um touchdown.
Como o esporte ainda é desconhecido da ampla maioria do público brasileiro, um locutor e um comentarista se revezavam na missão de explicar o desenvolvimento do jogo, como o avanço em jardas e o fato de cada time ter jogadores diferentes para ação de ataque e defesa. O jogo foi equilibrado, corrido e, naturalmente, de extremo contato físico. São jogadores fortes e altos - média superior a 1,90m.
Em geral, o cenário da partida teve uma tônica: os quarterback de cada time, que são os armadores das jogadas, tentavam encontrar o companheiro livre para avançar e tentar um touchdown. A recepção das bolas, no entanto, falhava. E quando o passe era completado, as defesas estavam sobressaindo às estratégias de ataque.
O Belém Titans saiu na frente ao marcar um field gol, mas logo sofreu a virada com o touchdown do Amazon Black Hawks. No segundo tempo, um touchdown do time paraense e um gol extra decretaram a vitória da equipe que sediava a partida.   
Amazônia Jornal