Google+ Badge

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Alerta: decoração natalina pode provocar curto circuito

Foto: Reprodução InternetFoto: Reprodução Internet
É tradição nesta época do ano as luzes de Natal para enfeitar as residências. A segurança com este tipo de instalação elétrica deve ter a atenção redobrada. É preciso tomar cuidado para evitar que os enfeites natalinos provoquem acidentes como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios, sem falar do desperdício de energia elétrica.
As medidas de precaução devem ser tomadas já na compra do produto. De acordo com o Ivan Aragão, gerente de segurança da Celpa, materiais como cordões de luz, mangueiras, pisca-piscas e os demais artigos decorativos do período devem ser de procedência e qualidade certificadas pelo selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). 'De forma a garantir a segurança familiar durante as festas de final de ano, é importante que o consumidor, ao comprar estes artigos elétricos, peça aos vendedores para testar o produto. E quando se tratar de reutilização é essencial que se verifique emendas, fios soltos ou desencapados', alertou Ivan Aragão.
Ivan também orienta que a população evite ligar vários jogos de luz em um único benjamim, pois assim evitarão que fique sobrecarregado. 'Estas ligações devem ficar longe do alcance de crianças e de ornamentações como cortinas, tapetes ou móveis de MDF. Pedimos também que não instalem os artigos decorativos próximos aos postes ou fios da rede elétrica. Tudo que queremos é evitar riscos de acidente'.
Enfeitar a casa é uma das formas de comemorar o Natal. Mas é também uma forma de deixar as fachadas das residências coloridas e alegres para receber amigos e parentes durante as festas. Neste fluxo intenso de pessoas, o consumo de energia elétrica aumenta consideravelmente com o uso do ar condicionado, ventiladores, televisores, entre outros eletrodomésticos. Portanto, a atenção com o consumo de energia não pode ser esquecida. Para se ter uma ideia, um pisca-pisca com 100 lâmpadas, funcionando cerca de dez horas por dia, consome em média 30 kWh, o que representa R$ 14,39 reais diariamente.

Confira algumas dicas para evitar o acidente:

• Antes de colocar as luzes natalinas, verifique se a instalação elétrica suporta o aumento de carga;
• Instalações ou manutenções elétricas devem ser feitas apenas por profissionais qualificados e materiais devidamente certificados pelos órgãos correspondentes;
• Confira a integridade do condutor de energia (fio) e evite emendas e conexões mal feitas. Os fios não devem ter seu isolamento (capa protetora) rompido ou conexões e emendas com folga;
• Não deixe os fios no chão, onde há circulação de pessoas, veículos e animais;
• Não é recomendado o uso de benjamins (T) ou extensões elétricas para conectar vários conjuntos de luzes. Tente usar pontos de alimentação diferentes para cada conjunto.
• Não amarre, puxe ou arraste os fios, principalmente, sobre superfícies metálicas;
• Faça inspeções frequentes se as luzes natalinas (fios) foram instaladas em locais acessíveis a crianças e adultos, ou animais;
• Tenha atenção para locais com acúmulo de água e fios expostos a ação da chuva e do vento;
• Caso seja necessário manipular ou inspecionar os fios, confira se a tomada está desligada. Iluminação de Natal: beleza é importante, mas segurança é fundamental.
(Pararijos NEWS, com informações da Celpa)