Google+ Badge

sábado, 7 de novembro de 2015

Executado enquanto dormia


A agricultor Adailton Oliveira Borges, de 38 anos, foi assassinado enquanto dormia, na comunidade Mari Mari, localizada no quilômetro 27 da rodovia PA-391, em Mosqueiro, na madrugada de ontem. Ele estava em casa, numa rede, quando foi atingido por um tiro que os peritos criminais acreditam ser de espingarda, pois a vítima tinha várias perfurações pequenas no peito. Os policiais civis de Mosqueiro acreditam que uma ameaça feita no último dia 30, no aniversário da vítima, tenha sido cumprida.
No dia 30, Adailton e outro homem ainda não identificado começaram a discutir, segundo informações levantadas pelos policiais, por causa de uma mulher. Ambos estavam embriagados durante a festa de aniversário da vítima e discutiram muito. “Trocaram ameaças e acreditamos que o outro cumpriu a ameaça”, disse João Alves, chefe de operações da seccional de Mosqueiro.
As informações foram confirmadas pelo pai da vítima, que terá a identidade preservada. Outras informações de familiares de Adailton reforçam a tese de que o assassino é alguém da comunidade Mari Mari, possivelmente a pessoa com quem Adailton discutiu ou alguém ligado a ele. “As informações eram de que o assassino correu para o mato, vestindo apenas calça jeans, e estava encapuzado. Se deu ao trabalho de esconder o rosto e usava calça porque conhecia a mata. Se fosse algo de fora, teria fugido pela estrada”, ressaltou João Alves. Um inquérito foi aberto pelo delegado Ronaldo Almeida.
O chefe de operações pede que a população auxilie nas investigações, repassando informações sobre o assassino de Adailton Oliveira Borges, que não tinha inimigos nem envolvimento com atividades ilícitas. O Disque-Denúncia (181) preserva a identidade do informante e a ligação é gratuita. (Pararijos NEWS)