Google+ Badge

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Caranguejo em alta no Pará

Aumento no preço do caranguejo é tanto in natura ou já pronto em bares e restaurantesAumento no preço do caranguejo é tanto in natura ou já pronto em bares e restaurantes
Saborear um caranguejo está cada vez mais distante da dieta dos paraenses. Depois de fechar o ano passado com os preços elevados, o caranguejo comercializado em mercados municipais da capital continuou sua trajetória de alta neste ano. É o que apontam as pesquisas semanais realizadas pelo Dieese (Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) e Secretaria Municipal de Economia (Secon). A alta acumulada passa de 11%, entre janeiro e setembro deste ano, contra uma inflação de 8,24%. Em alguns locais, o crustáceo está sendo vendido a mais de R$ 2,00. E a tendência, segundo o Dieese/PA, é de novas altas no preço, pelo menos até o final deste ano.
O caranguejo começou sua trajetória de reajustes em dezembro do ano passado, quando a unidade do tipo médio estava sendo vendida a R$ 1,78. Em janeiro de 2015, saiu por R$ 1,87. Em setembro último foi comercializado em média a R$ 1,98. Com isso o preço apresentou alta acumulada, nos primeiros nove meses de 2015, de 11,24%, contra uma inflação de 8,24%.
Com o preço em alta, o caranguejo configura-se como um artigo de luxo para grande parte dos belenenses, como afirmam consumidores. “Com esse preço, é muito difícil a gente comprar caranguejo para comer em casa. Antigamente, era diferente, dava para comprar até umas 20 unidades e com mais regularidade”, afirmou a dona de casa Elizabeth Nascimento, que mora em Ananindeua. (Pararijos NEWS)