Google+ Badge

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Pará inaugura o 1º conselho tutelar modelo do País

Canaã dos Carajás, município situado no sudeste paraense, ganhou na última terça o primeiro Conselho Tutelar Modelo do Brasil. O principal objetivo é estabelecer um espaço seguro, acessível, confortável e adequado ao atendimento de crianças, adolescentes e seus familiares, conforme o que preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A expectativa é de que o município se torne referência em proteção social infantojuvenil no país.
O equipamento, cuja denominação oficial é Conselho Tutelar Modelo - Meu Lugar na Cidade, é uma iniciativa que resulta da união de esforços entre a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que concebeu o projeto arquitetônico do Conselho Tutelar Modelo, a Prefeitura de Canaã dos Carajás, que disponibilizou o terreno para a execução da obra e contrapartida em recurso, além da Vale e Fundação Vale, que apoiaram o projeto com a doação de recursos financeiros.
O conselho foi inaugurado pelo ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas, o prefeito municipal, Jeová Andrade, o diretor de Operações Ferros Serra Sul da Vale, Alexandre Campanha, e pela gerente da Fundação Vale, Andreia Rabetim, acompanhados pelos conselheiros tutelares e demais autoridades municipais. “Esse é o primeiro Conselho Tutelar do Brasil e a nossa proposta é que as prefeituras implantem esse modelo ou façam suas adaptações, de forma  que os conselhos possam ter um espaço adequado com privacidade, para atender a população e assim difundir ainda mais uma cultura de respeito às crianças e aos adolescentes”, declarou o ministro.  
A obra faz parte ainda do conjunto de investimentos sociais que a Vale realiza na região. Segundo o diretor de Operações Ferrosos Serra Sul da Vale, Alexandra Campanha, “o conselho representa mais uma contribuição da empresa ao desenvolvimento do município. A empresa cresce, e Canaã também avança”.
A Fundação Vale também irá contribuir  com o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) no mapeamento e construção dos fluxos de atendimento do Conselho Tutelar e dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
(Pararijos NEWS)