Google+ Badge

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Dilma faz viagem a São Paulo para se encontrar com ex-presidente Lula

Dilma Russeff recebe um abraço do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva durante festa da reeleição em Brasília (Foto: Eraldo Peres/AP)
A presidente Dilma e o ex-presidente Lula, em
imagem de arquivo (Foto: Eraldo Peres/AP)

A presidente Dilma Rousseff viajou na tarde desta sexta-feira (12) para São Paulo para se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A viagem não estava prevista na agenda oficial de Dilma, divulgada nesta quinta (11) pela Secretaria de Comunicação Social, mas, desde o fim da manhã, já havia expectativa entre assessores do ex-presidente de que o encontro ocorreria.

Geralmente, os encontros entre Dilma e Lula ocorrem em momentos de crise política no governo. Principal conselheiro político da presidente, o petista costuma ir a Brasília para se reunir com ela no Palácio da Alvorada.

De acordo com o Blog do Camarotti, interlocutores de Dilma acreditam que o encontro desta sexta servirá para diminuir o ambiente de intriga criado no entorno dos dois. Segundo o blog, há um incômodo de Lula pelo silêncio da presidente depois das denúncias relacionadas ao apartamento triplex, em Guarujá (SP), e ao sítio em Atibaia frequentado pelo petista. Os dois imóveis são alvo de investigação da Operação Lava Jato.

Na maioria das vezes, somente os dois participam dos encontros, mas, em algumas ocasiões, eles são acompanhados por poucos interlocutores. Na manhã desta quinta, o ex-presidente também se reuniu com os diretores do Instituto Lula para avaliar o cenário político.

Na última quarta (10), Lula divulgou um vídeo para parabenizar o PT pelos 36 anos do partido. Em um trecho da gravação, ele afirmou que a legenda cometeu erros ao longo de sua história e avaliou que a sigla vive uma "adversidade momentânea".

Dia de mobilização
Para este sábado (13), está previsto o dia nacional de mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da zika, da dengue e da febre chikungunya. Dilma viajará para o Rio de Janeiro (RJ), o vice-presidente Michel Temer estará em Curitiba (PR) e 28 ministros do governo em outras cidades do país.

Ao todo, segundo o Ministério da Defesa, cerca de 220 mil militares percorrerão 356 municípios (as 27 capitais e 329 cidades consideradas endêmicas) para orientar a população sobre a importância de eliminar os criadouros do mosquito. (Pararijos NEWS)