Google+ Badge

sábado, 19 de dezembro de 2015

Ladrão é achado no mato morto


Um adolescente de 16 anos foi encontrado morto com dois tiros na cabeça, na manhã de ontem, numa área de mata localizada perto de um igarapé, no bairro do Aurá, em Ananindeua. Suspeita-se que o crime tenha ocorrido na noite de anteontem, quando os moradores do conjunto Anita Gerosa ouviram disparos. Naquele momento, ninguém se atreveu a olhar o que havia ocorrido no matagal. Ainda não há pistas sobre as identidades dos assassinos.
O sargento João Santiago, da 3ª Companhia do 29º Batalhão de Polícia Militar (BPM), explicou que o local não tem iluminação à noite. Os moradores ouviram disparos, mas, com medo, preferiram esperar até o dia seguinte para verificar o que havia ocorrido. Porém, como o local é de difícil acesso, a vítima só foi localizada por volta do meio-dia.
Os policiais militares responsáveis pelo policiamento na comunidade foram chamados, isolaram a área e aguardaram o reconhecimento do corpo pelos familiares da vítima. Apenas a esposa do garoto, que também é adolescente, apareceu. A menina está grávida e passou mal ao ver o cadáver do companheiro, que havia desaparecido na noite anterior. Não foram fornecidos detalhes que pudessem ser úteis às investigações. Não foi informado, por exemplo, se a vítima tinha dívidas ou recebeu ameaças.
Foi descartada a hipótese de latrocínio porque, aparentemente, nada foi levado do adolescente. De acordo com a polícia, o crime tem caraterísticas de um acerto de contas, já que o garoto era conhecido pelos assaltos que fazia. Vizinhos também revelaram que ele comercializava drogas. “Ele não morava aqui. A casa dele é no Marighella, no início da estrada do Aurá. Não sei quem foi que trouxe ele aqui, ouvimos apenas os tiros”, disse uma testemunha que prefere não ter a identidade revelada.
“O que sabemos é que ele praticava assaltos na área. Não era fácil vê-lo por aí. Por conta do envolvimento (com crimes), ele não andava de dia, saía com bastante cautela”, disse o sargento João Santiago. O crime será investigado pela delegacia do Aurá. Uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foi acionada e o corpo da vítima foi removido do local. (Pararijos NEWS)