Google+ Badge

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Redução de velocidade para 50Km/h gera reclamações

Redução de velocidade para 50Km/h gera reclamações (Foto: Maycon Nunes/DOL)
(Foto: Maycon Nunes/DOL)
Tem sido grande o número de críticas e reclamações da população à notícia de redução da velocidade máxima permitida na avenida Almirante Barroso, divulgada nesta terça-feira (10): segundo a decisão da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), os condutores não poderão trafegar acima de 50 km/h na via.
Para muitos internautas do DOL, a redução só irá piorar a situação do trânsito na cidade, além de não ser suficiente para reduzir a ocorrência dos acidentes.
“Vergonha!!! essa é a única definição que consigo fazer das ditas autoridades deste Estado. SEMOB é mais um órgão arrecadador apenas, o cidadão que se f... [SIC], esse prefeito não se elege nem para síndico mais”, comentou um internauta.
“É o jeito voltar pra boa e velha bicicleta, pois se continuar nesse embalo, daqui a pouco a velocidade máxima permitida vai chegar aos 10km/h. Uma palhaçada isso! Acidente acontece naquele BRT, bem que poderia ser melhor projetado e sinalizado”, opinou outro leitor do site.
Para alguns internautas, as principais causas das colisões são a falta de fiscalização, que permite, por exemplo, que condutores dirijam alcoolizados, e imprudências como conversões proibidas.
“Até onde eu vi, os acidentes quase todos os acidentes foram por conta de condutores idiotas que fizeram conversões proibidas ou avanço de sinal. Mas tem radar, né, $emob? [ SIC] pelo visto nem eles tão adiantando. Diminuir a velocidade máxima não vai evitar que motoristas imbecis e outros inabilitados continuem fazendo conversões proibidas e avançando sinal.” [SIC], afirmou um internauta.
“Os acidentes, principalmente nas madrugadas, são em decorrência da falta de fiscalização dos bebuns que voltam das festas. O radar fica no cruzamento da Tavares Bastos e só vai ter outro na Julio César. É nesse trecho que os idiotas se transformam em "pilotos" de fórmula 1. Fiscalização móvel e não só com radares fixos. E os ônibus que trafegam no BRT que só andam a 80Km, no mínimo?”, questiona outro leitor.
MEDIDAS NECESSÁRIAS
Entre a maioria das críticas, há internautas que concordam com a redução da velocidade na Almirante Barroso.
“Palhaçada é trafegar acima da velocidade permitida... já cansei de ver... enquanto quem obedece a lei usa um nariz de pallhaço os top vão riscando o asfalto com o vento batendo nos cabelos e adrenalina na veia...” [ SIC], comentou um leitor do DOL.
CÓDIGO DE TRÂNSITO
Alguns internautas afirmam que a redução é contrária à legislação de trânsito, no entanto essa redução não desrespeita o estabelecido no artigo 61 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB).
De acordo com a descrição do CTB, a avenida Almirante Barroso tem características de uma via arterial, que segundo a legislação não deve ter velocidade máxima superior a 60 km/h.  
(DOL/Pararijos NEWS)