Google+ Badge

sábado, 14 de novembro de 2015

Duas mortes em Americano


Pelo menos oitos homens armados tentaram invadir o Complexo Penitenciário de Santa Izabel, em Americano, ontem à tarde, com o objetivo de resgater presos. Do lado de dentro, simultaneamente à ação, um grupo de detentos, também armados, tentava escapar das celas, mas foi contido. Houve troca de tiros dentro e fora do presídio. Diante da tentativa frustrada, a quadrilha roubou um veículo na BR-316. Os passageiros, assustados, tentaram fugir e foram baleados pelos criminosos. Duas mulheres acabaram mortas e um homem permanece internado no Hospital Metropolitano. Todas as vítimas são da mesma família.
A tentativa de resgate de presos ocorreu por volta das 14h30. O bando, armado com pistolas e submetralhadoras, chegou em três veículos e  estacionou em frente ao complexo. Os homens desceram e atiraram em direção à portaria. Mas a resposta da Polícia Militar foi rápida e impediu que o grupo invadisse o complexo penitenciário. No mínimo, oito criminosos participaram da ação.
Um agente prisional, que prefere não se identificar, afirma que todos estavam encapuzados e atiravam com precisão. “Só deu tempo de se jogar no chão e tentar se proteger. Se os PMs não estivessem aqui eles teriam passado por nós. Como não temos armas, não temos como revidar. Eu tenho certeza que teriam nos matado”, diz o agente.
No local da troca de tiros, havia cápsulas das balas e marcas de sangue no chão. Um policial militar foi atingido nas costas e no braço. Ele não corre risco de morte. O projétil não conseguiu perfurar o colete à prova de balas. O cabo da PM Ricardo da Silva Matheus, atingido no confronto, passou por exames e permanece internado no Hospital Metropolitano.
Diante da tentativa frustrada de invasão a penitenciária, os bandidos correram em direção à BR-316 e renderam os ocupantes de uma caminhonete de cor prata, modelo Hilux. Dentro do carro, havia três pessoas da mesma família. Assustado, o condutor tentou acelerar para escapar da ação criminosa, mas o carro foi cercado e contido à bala. Os três passageiros foram atingidos.
Já feridos, eles foram retirados de dentro do carro pelos criminosos e jogados no canteiro central da rodovia. Duas mulheres não resistiram e morreram no local. As vítimas foram identificadas como Etsuko Saito Noguchi, de 74 anos, e Emiko Shiguetomo. As duas mulheres seriam irmãs.
O sargento do Corpo de Bombeiros, João Pessoa, afirma que quando a equipe de resgate chegou apenas Hironobu Noguchi estava vivo. “Ele estava bastante ferido e debilitado. Infelizmente, elas já estavam sem vida. Não foi possível fazer mais nada. Ele foi levado ao Metropolitano”, confirma.
Os bandidos conseguiram fugir na caminhonete roubada das vítimas. Até ontem à noite, os integrantes do bando não tinham sido identificados. O veículo roubado também não foi localizado.  (Pararijos NEWS)