Google+ Badge

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Railon e Andrei foram condenados a 10 anos e 7 meses cada, em regime fechado



Os réus Railon Serra Prado e Andrei do Amaral Costa foram condenados pelo júri popular ocorrido ontem, que só terminou na madrugada desta quinta-feira (6), em Breves-PA. O Tribunal foi formado por 6 homens e uma mulher, todos funcionários públicos do município, sob o brilhante comando da Juíza Dra. Vanessa Couto. Foram mais de 18 horas de audiência que encerrou com a condenação da dupla.
Railon e Andrei culpados agora irão cumprir mais de 10 anos de reclusão
Na acusação o Ministério Público representado pelo promotor de justiça Dr. Emério Mendes Costa. Na defesa os defensores públicos Rodrigo Vicente Maia Mendes que defendia Andrei e Dr. Marcio Alves Filgueira, que defendia Railon.
Durante o julgamento foram ouvidos os réus, a vítima Maria de Nazaré Chaves dos Passos e mais 10 testemunhas. Um vídeo com momentos depois do crime foi mostrado pelo promotor aos jurados. As famílias dos acusados e da vítima se revezavam na galeria durante o transcorrer do evento. A sentença foi de 27 anos, mas com os benefícios que a Lei oferece caiu para 21 anos e com outras vantagens que os réus tinham a pena foi fixada em 14 anos de reclusão. Dai como cada um havia cumprido 3 anos e 3 meses de prisão a juíza fixou em 10 anos e 7 meses de reclusão em regime fechado a principio sem benefícios algum. Na plateia várias pessoas choraram inclusive a vitima que assistiu a decisão acompanhada da família. O julgamento que encerrou às 3h: 07min de hoje aconteceu no prédio da Câmara Municipal de Breves.
(Pararijos NEWS)