Google+ Badge

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Fiscalização apreendeu 24 toneladas de alimentos irregulares

Um total de 172 vistorias feitas por fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) ao longo do ano de 2014 monitorou estabelecimentos registrados e viabilizou o ingresso de novos estabelecimentos com a certificação do Serviço de Inspeção Estadual (SIE). As vistorias também são feitas a partir de denúncias de abates clandestinos e também com o objetivo de identificar empresas atuando irregularmente.
Este ano, fiscais da Adepará, em parceria com o Procon, apreenderam mais de 24 toneladas de produtos de origem animal que estavam sendo comercializadas de forma irregular ou clandestinamente, em diferentes municípios do Estado. Destas, 21.356 toneladas eram de pescado, 3.940 de camarão congelado, 932 de pele salgada, 181 de carne bovina, 550 de carcaça bovina e 27 quilos de carne suína. As fiscalizações ocorreram nos municípios de Belém, Benevides, Santa Izabel do Pará, Marabá, Nova Ipixuna, Ipixuna do Pará, Baião, Marabá, Irituia e Terra Alta.
As fiscalizações conjuntas contribuem para garantir a qualidade do produto que chega à mesa do consumidor paraense. A médica veterinária do Serviço de Inspeção Estadual da Adepará, Rita do Socorro Brito, alerta para a necessidade de conscientização, tanto de comerciantes como de consumidores. “É uma questão de saúde pública”, diz. “O consumidor deve exigir produtos devidamente certificados, e o produtor e o comerciante devem ter a consciência da necessidade de comercializar produtos certificados e de qualidade por meio de empresas regulamentadas”, ressalta.
“A população precisa estar atenta para a comercialização de produtos sem a devida certificação. Para garantir a segurança, as denúncias feitas à Adepará permanecem no anonimato”, informa Rita do Socorro Brito, lembrando ainda a importância de se adquirir produtos apenas de empresas que atestem a qualidade com o selo de certificação, ou seja, o SIE, Serviço de Inspeção Estadual, ou o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), ou ainda, o Serviço de Inspeção Municipal (SIM).
À Adepará compete oferecer a certificação atestada pelo SIE. Para garantir o selo é preciso estar cadastrado e devidamente regulamentado na agência. Atualmente, 29 estabelecimentos laticínios estão cadastrados, entre usinas e fábricas de beneficiamento, e 21 estabelecimentos de carne, sendo três fábricas de conserva, 15 matadouros frigoríficos de bovídeos (bois e bubalinos), dois matadouros de aves e coelhos e duas indústrias de pescado.
O Liberal