Google+ Badge

sábado, 8 de novembro de 2014

Campanha arrecadará cabelos para escalpeladas

Uma campanha será realizada para arrecadação de cabelos em prol de vítimas de escalpelamento. Quem se interessar e quiser doar seu cabelo, poderá participar de uma programação que terá cabeleireiros disponíveis para fazer o corte. A ação será promovida pelas alunas do curso de Comunicação Social, nos dias 12 e 13 de novembro, das 17h às 20h, na Unama-Alcindo Cacela.
Além dos cabeleireiros, estarão presentes também algumas vítimas e membros da Organização dos Ribeirinhos Vítimas de Acidente de Motor (ORVAM) para esclarecer o modo como é feito uma peruca e explicar um pouco do trabalho realizado.  
A campanha visa arrecadar cabelos para a confecção de perucas para mulheres que sofreram acidente de motor. As perucas são confeccionadas pelas próprias beneficiadas da Ong responsável pelo acolhimento às vítimas. Além de fazer essa produção, a Orvam também realiza um trabalho social e voluntário com as escalpeladas em que é trabalhado não só a questão estética dessas mulheres, como também o incentivo à autoestima, ao bem-estar e reinserção delas no mercado de trabalho e na sociedade. 
O acidente acontece quando os cabelos de uma mulher se enrolam no eixo de um motor, e o coro cabeludo é bruscamente arrancado da cabeça. Existem mulheres que sofrem ferimentos que deixam marcas para a vida toda, outras têm seus rostos totalmente desfigurados, algumas perdem parte da visão e há também aquelas que morrem.
A quantidade necessária para a confecção de uma peruca é de 10 metros de cabelo porque ao longo do processo de construção são perdidos vários fios. O tamanho ideal que uma pessoa poderia doar é 30 centímetros, mas como muitas pessoas não têm ou não se habilitam a doar uma quantidade muito grande como essa, 17 centímetros já pode fazer toda a diferença para essas mulheres que não podem mais ver seus cabelos crescerem.  
Serviço
Os cabeleireiros estarão no hall de entrada da Unama, campus Alcindo Cacela, nos dias 12 e 13 de novembro, das 17h às 20h.
(Pararijos NEWS)