Google+ Badge

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

MPF pede que porto interrompa atividades em Vila do Conde

MPF pede que porto interrompa atividades (Foto: Ney Marcondes)
MPF pede que atividades no porto de Vila do Conde sejam suspensas até a retirada de bois e do óleo. (Foto: Ney Marcondes)
O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou nesta quinta-feira (15) na Justiça Federal do Pará um documento pedindo o fechamento do porto de Vila do Conde, em Barcarena, região nordeste do Pará, até que seja feita toda a retirada de bois e de oleo na localidade que se espalhou após o naufrágio da embarcação Haidar.
Segundo o MPF, há dois importantes fatores no pedido, pois o processo de retirada dos bois e do óleo está sendo feito de maneira lenta, e os pescadores da região não estão recebendo ajuda por parte da Companhia Docas do Pará (CDP) para o sustento, já que a principal fonte de renda é a pesca.
De acordo com o MPF, a paralisação das atividades no porto ajudarão na execução das propostas de limpeza na área, e assim serão trabalhadas  da melhor maneira e sem prejudicar mais ainda os moradores da área.
(Pararijos NEWS/DOL com informações de Renata Paes/Diário do Pará)