Google+ Badge

domingo, 10 de janeiro de 2016

Traficante preso desejava filme auto-biográfico

Traficante preso desejava filme auto-biográfico (Foto: Reprodução/Youtube)
El Chapo era um dos homens mais procurados do mundo. Segundo a polícia mexicana busca por filme auto-biográfico possibilitou prisão (Foto: Reprodução/Youtube)
O traficante Joaquín "El Chapo" Guzmán, recapturado pela polícia mexicana nesta sexta (8), seis meses após fugir de uma prisão de segurança máxima, foi encontrado após os investigadores descobrirem que ele havia iniciado contatos com pessoas ligadas ao mercado cinematográfico para rodar um filme sobre sua vida, segundo informações da procuradora-geral do México, Arely Gómez,
"Um aspecto importante que permitiu precisar sua localização foi a descoberta da intenção de Guzmán Loera de gravar um filme biográfico, para o qual estabeleceu contato com atrizes, atores e produtores", disse a procuradora-geral pouco antes de apresentar o traficante à imprensa. "Os trabalhos de acompanhamento permitiram documentar os encontros dos advogados de Guzman essas pessoas".
Seguindo a pista, as autoridades intensificaram as ações de inteligência e descobriram em dezembro a intenção do criminoso de se transferir para uma área urbana. Ao monitorar integrantes do círculo próximo de Guzmán, identificaram um indivíduo especializado na construção de túneis, que estava acondicionando várias casas em Sinaloa e Sonora. Assim foi possível localizar um domicílio em Los Mochis, no estado de Sinaloa, sobre o qual se montou uma operação de vigilância durante um mês.
A partir de 6 de janeiro, foram observados movimentos incomuns, com destaque para a chegada de um veículo na madrugada do dia 7. De acordo com a procuradora-geral, os trabalhos de campo e inteligência confirmaram que Guzmán se encontrava no local.
Na madrugada desta sexta-feira foi realizada uma operação, envolvendo forças federais. Houve reação e, no enfrentamento, um militar ficou ferido e cinco agressores morreram.
Seis pessoas foram detidas, mas Guzmán escapou pelo sistema de esgoto da cidade em companhia de seu chefe de segurança, Jorge Ivan Gastelum Ávila, também conhecido como Orso Ivan Gastelum Cruz, "um criminoso de alta periculosidade que também faz parte dos 122 alvos prioritários do governo federal", segundo a procuradora-geral.
Militares da marinha mexicana perseguiram pelos túneis de esgoto os criminosos, que abriram um bueiro para sair em uma avenida e fugir em veículos. Graças à denúncia de que automóveis foram roubados nas imediações da área de operação, efetivos das forças federais iniciaram a busca pelos veículos, localizando um deles na estrada Los Mochis-Navojoa, onde os delinquentes foram detidos.
Anúncio
Joaquín "El Chapo" Guzmán é líder do cartel de Sinaloa. Sua recaptura foi anunciada nesta sexta pelo presidente Enrique Peña Nieto em sua conta no Twitter.
Guzmán foi apresentado à imprensa no hangar da PGR quando descia de um veículo militar e era transferido por fuzileiros navais até um helicóptero, no qual partiu rumo a essa prisão, o mesmo local de onde fugiu no dia 11 de julho do ano passado. Em seguida, a procuradora-geral anunciou que o traficante seria "levado novamente para o Centro Federal de Readaptação Número 1 do Altiplano", no município de Almoloya de Juárez, no Estado do México, próximo da capital do país.
(Pararijos NEWS/Folhapress)