Google+ Badge

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Presa quadrilha que praticava fraudes tributárias no Pará

Foto: Elielson Modesto/ Arquivo O LiberalFoto: Elielson Modesto/ Arquivo O Liberal
Atualizada às 10h17

Seis pessoas foram presas, em Belém, acusadas de integrar uma quadrilha que praticava fraudes tributárias no Pará. A quadrilha agia importando mercadorias da China. As prisões aconteceram nesta segunda-feira (21), durante uma operação da Polícia Federal. Um contêiner com mercadorias foi apreendido no Porto de Belém. O carregamento está avaliado em R$ 1,5 milhão. Com o crime a quadrilha é acusada de sonegar R$ 300 mil em impostos.
As investigações policiais mostram que a quadrilha negociava outros 15 contêineres carregados de eletrônicos, maquiagens, entre outros produtos. Segundo o delegado Davi Rios, que comanda a operação, as investigações duraram dez meses e aconteceram ao mesmo tempo em que o líder da quadrilha se preparava para expandir a importação desses produtos. 'Quando começamos a investigar ele já fazia essa importação, mas em menor escala. Nesse momento se preparava para ampliar essa importação, tanto que o primeiro contêiner que mandou buscar já foi apreendido pela polícia', contou o delegado.
Ainda de acordo com a polícia, o líder da quadrilha manteria contato posteriormente com vendedores para fazer a revenda dos produtos, a maioria eletrônicos e brinquedos, no varejo de Belém. 'Vamos investigar ainda quem são essas pessoas responsáveis por essa venda', informou o policial.
Os presos vão responder pelos crimes de descaminho, evasão de divisas e associação criminosa.
Operação - Ao todo a operação foi organizada para cumprimento de 6 mandados de prisão, 1 de condução coercitiva e; 7 de busca e apreensão, nas empresas e escritórios admistrados pela quadrilha, tanto na capital, como nos municípios de Tomé-Açu e Marabá.
(Pararijos NEWS)