Google+ Badge

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Ver-o-Peso ganha festival dae culinária


Em Belém, nenhum outro lugar consegue reunir tantas cores, cheiros e sabores como Ver-o-Peso. Junto aos vendedores de ervas, artesanatos e produtos religiosos, as boieiras, tradicionais vendedoras de refeições do local, servem os pratos típicos da cidade como: peixe frito com açaí, maniçoba, tacacá, entre outros. Para valorizar ainda mais a cultura gastronômica da cidade, a Estácio realiza, no dia 24 de janeiro, o Ver-a-Boia, um projeto gastronômico piloto que visa a qualificação profissional de feirantes do Ver-o-Peso.
Na primeira etapa do projeto, que começa hoje e vai até 15 de janeiro, dez boieiras vão participar de um curso de qualificação aplicado pelo Instituto Mix Profissões com apoio do Sebrae. Manipulação higiênica dos alimentos, acondicionamento correto e apresentação dos pratos serão alguns dos temas abordados durante o curso ministrado pelo Chefe de Cozinha Felipe Gemaque. Na última etapa do curso, as boieiras recebem orientações de outros renomados chefs de cozinha paraense como: Ilca Carmo, Daniela Martins, e Ofir Oliveira que vão ajudá-las a elaborar um novo prato para ser apresentado durante o festival cultural gastronômico.
Durante o Ver-a-Boia, o público poderá experimentar os novos pratos criados pelas boieiras e votar no seu favorito. As boieiras com os pratos mais votados serão premiadas com R$ 3.000 para o primeiro lugar; R$ 2.000 para o segundo e R$ 1.000 para a terceira colocada. Na programação, além dos pratos deliciosos, o Ver-o-Peso também será palco de uma extensa programação cultural com discotecagem de DJs e shows de artistas paraenses. Adamor do Bandolim, Cronistas da rua, Gina Lobrista, Pio Lobato e Keila Gentil são as atrações confirmadas.
De acordo com o diretor da Estácio no Pará, Ricardo Gluck Paul, o projeto piloto objetiva também aproximar a população de sua cultura gastronômica. “A Estácio olha com muito carinho para o Ver-o-Peso, última fronteira da gastronomia mundial, e considera importante valorizar as boieiras, por meio de cursos de qualificação, além de aproximar mais a população dessa rica cultura gastronômica paraense, que às vezes passa despercebida pela própria população local. Muitas pessoas daqui nunca fizeram uma refeição no Ver-o-Peso. Então queremos proporcionar essa experiência valorizando a cultura gastronômica local, ao mesmo tempo em que contribuímos ampliando a visão de negócio das boieiras”, destaca Ricardo.
No dia 24, a partir das 9h30, as boieiras estarão comercializando seus pratos e as pessoas que os experimentarem receberão um cupom com direito ao voto. No backstage do evento, que será montado ao lado do palco, estará a urna para votação que encerra às 15h. Os vencedores serão conhecidos por volta das 17h.
Em Belém, nenhum outro lugar consegue reunir tantas cores, cheiros e sabores como Ver-o-Peso. Junto aos vendedores de ervas, artesanatos e produtos religiosos, as boieiras, tradicionais vendedoras de refeições do local, servem os pratos típicos da cidade como: peixe frito com açaí, maniçoba, tacacá, entre outros. Para valorizar ainda mais a cultura gastronômica da cidade, a Estácio realiza, no dia 24 de janeiro, o Ver-a-Boia, um projeto gastronômico piloto que visa a qualificação profissional de feirantes do Ver-o-Peso.
Na primeira etapa do projeto, que começa hoje e vai até 15 de janeiro, dez boieiras vão participar de um curso de qualificação aplicado pelo Instituto Mix Profissões com apoio do Sebrae. Manipulação higiênica dos alimentos, acondicionamento correto e apresentação dos pratos serão alguns dos temas abordados durante o curso ministrado pelo Chefe de Cozinha Felipe Gemaque. Na última etapa do curso, as boieiras recebem orientações de outros renomados chefs de cozinha paraense como: Ilca Carmo, Daniela Martins, e Ofir Oliveira que vão ajudá-las a elaborar um novo prato para ser apresentado durante o festival cultural gastronômico.
Durante o Ver-a-Boia, o público poderá experimentar os novos pratos criados pelas boieiras e votar no seu favorito. As boieiras com os pratos mais votados serão premiadas com R$ 3.000 para o primeiro lugar; R$ 2.000 para o segundo e R$ 1.000 para a terceira colocada. Na programação, além dos pratos deliciosos, o Ver-o-Peso também será palco de uma extensa programação cultural com discotecagem de DJs e shows de artistas paraenses. Adamor do Bandolim, Cronistas da rua, Gina Lobrista, Pio Lobato e Keila Gentil são as atrações confirmadas.
De acordo com o diretor da Estácio no Pará, Ricardo Gluck Paul, o projeto piloto objetiva também aproximar a população de sua cultura gastronômica. “A Estácio olha com muito carinho para o Ver-o-Peso, última fronteira da gastronomia mundial, e considera importante valorizar as boieiras, por meio de cursos de qualificação, além de aproximar mais a população dessa rica cultura gastronômica paraense, que às vezes passa despercebida pela própria população local. Muitas pessoas daqui nunca fizeram uma refeição no Ver-o-Peso. Então queremos proporcionar essa experiência valorizando a cultura gastronômica local, ao mesmo tempo em que contribuímos ampliando a visão de negócio das boieiras”, destaca Ricardo.
No dia 24, a partir das 9h30, as boieiras estarão comercializando seus pratos e as pessoas que os experimentarem receberão um cupom com direito ao voto. No backstage do evento, que será montado ao lado do palco, estará a urna para votação que encerra às 15h. Os vencedores serão conhecidos por volta das 17h. (Pararijos NEWS)