Google+ Badge

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Médicos alertam para o uso da cinta modeladora

Médicos alertam para o uso da cinta modeladora (Foto: Reprodução)
Socialite Kim Kardashian (à esq.) e a funkeira Mulher Melão são adeptas da cinta. (Foto: Reprodução)
cinta modeladora caiu no gosto das mulheres. Isso porque o uso constante do acessório, além de disfarçar as gordurinhas, ajuda a diminuir a cintura. Mas os médicos alertam que essa moda pode até fazer mal à saúde.
“Para afinar e perder cintura, só dieta e exercícios. Não condeno a cinta, mas também não atribuo a ela essa mágica toda”, atesta a fisioterapeuta Renata Freitas. Ela explica que a cinta modeladora impede que o abdômen realize seu movimento muscular natural.
Por isso, o uso por mais de quatro horas pode causar fraqueza nos músculos e efeito contrário: a tão temida flacidez na barriga. Fazer exercícios e dormir com qualquer tipo de cinta também são hábitos contraindicados, pois atrapalham essas contrações do músculo.
O presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica João Prado Neto desaconselha o uso: mudar a forma comprimindo alguma parte do corpo não traria nenhum resultado expressivo: “É uma compressão momentânea. O resultado desaparece em seguida. A crença do consumidor nesse tipo de produto precisa acabar”.
Ele explica que o efeito das cintas ocorre no pós-operatório. Elas são usadas para acomodar tecidos descolados, por exemplo. A dermatologista Gabriella Correa esclarece que existem tecnologias que auxiliam na perda de gordura, mas a cinta não cumpre essa função: “Não tem como afinar a cintura sem perder gordura”.
(DOL/Pararijos NEWS)