Google+ Badge

domingo, 10 de janeiro de 2016

Garçom leva 28 tiros na rua


Harley Fernando Costa Emerciano, conhecido como “Pato Rouco”, foi executado na MarambaiaHarley Fernando Costa Emerciano, conhecido como “Pato Rouco”, foi executado na Marambaia
Harley Fernando Costa Emerciano, de 18 anos, conhecido como “Pato Rouco”, foi executado com 28 tiros à queima-roupa, por volta de 1 hora de ontem, na rua da Mata, próximo ao cemitério São Jorge, no bairro da Marambaia, em Belém. A vítima havia acabado de sair de uma churrascaria na avenida Rodolfo Chermont, onde trabalhava como garçom, e estava indo para casa de mototáxi quando foi surpreendida por três homens em um veículo prata, cujo modelo não foi identificado.
De acordo com testemunhas, é possível que os assassinos já estivessem aguardando a vítima ficar sozinha. Segundo relatos, os executores seguiram Harley e o fizeram descer da moto, ordenando que o mototaxista seguisse viagem sozinho. Sem chance de reação, o jovem foi crivado de balas e morreu no local. Os matadores fugiram sem ser identificados.
O sargento Alex e o cabo Afonso, que estavam na viatura 122, do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), responderam ao chamado do Centro Integrado de Operações (Ciop) e foram os primeiros a chegar ao local. De acordo com a Polícia Militar, a vítima tinha antecedentes criminais e, quando era adolescente, chegou a responder por roubo. Uma das suspeitas é que Harley tenha sido mais uma vítima de acerto de contas entre criminosos, mas a polícia não descarta outras hipóteses.
Policiais civis da Divisão de Homicídios, liderados pelo delegado Guilherme Macedo, responsável pelas primeiras investigações, chegaram rapidamente ao local do crime. Harley morava próximo dali, na passagem São Jorge, e rapidamente familiares e amigos se aglomeraram em volta do corpo.
Segundo os policiais, houve demora na chegada dos peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, que chegaram às 2h40, o que prejudicou a preservação do local do crime por causa da presença de familiares e amigos da vítima. Após a perícia do corpo e do local de crime, a vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML). (Pararijos NEWS)