Google+ Badge

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Polícia pede prorrogação de prisão de suspeitos

Polícia pede prorrogação de prisão de suspeitos  (Foto: reprodução/Facebook)
(Foto: reprodução/Facebook)
O triplo assassinato envolvendo a família Buchinger, que chocou a população do município de Altamira, sudeste paraense, ganhou novo capítulo.
De acordo com a Polícia Civil (PC), o delegado Vinicius Dias, responsável pelo inquérito, solicitou prorrogação da prisão temporária dos suspeitos de cometer o crime, cujo pedido foi protocolado no Fórum de Altamira e tem o prazo de até 30 dias. 
Ainda segundo a PC, a prorrogação serve para esclarecer a individualização de conduta de cada envolvido, ou seja, esclarecer qual foi a participação de cada um no assassinato.
Após esse prazo, a PC deve pedir a prisão preventiva dos suspeitos.
Quem também está preso é Henrique Buchinger Alves, apontado como mandante do assassinato dos pais e do irmão. Ele foi preso em Goiânia (GO) durante a operação Iscariotes.
O quinto suspeito, identificado como Anderson Goes Moraes, se entregou em Belém, e o sexto, Maycon Irlan Paiva de Souza, conhecido como "Rato", foi preso em sua residência, no bairro Distrito Industrial, em Ananindeua.
(DOL/Pararijos NEWS)